Rare não vê problemas em deixar outros estúdios cuidarem das séries dela
125
Compartilhamentos

Rare não vê problemas em deixar outros estúdios cuidarem das séries dela

Último Vídeo

A Rare vai dedicar sua força-tarefa com Sea of Thieves durante um bom tempo. Mas isso não significa, necessariamente, que a desenvolvedora da Microsoft deixe suas outras queridas séries paradas - a exemplo de Banjo-Kazooie, Conker, Perfect Dark e Battletoads. Isso porque a equipe não vê problemas em deixar o desenvolvimento de suas séries nas mãos de outros estúdios da Microsoft.

Craig Duncan, diretor da Rare, citou Killer Instinct como exemplo de que isso funciona. O jogo de luta, iconizado pela Rare nos tempos áureos do SNES, lá na década de 1990, graças à antiga parceria com a Nintendo, foi desenvolvido pelos estúdios Double Helix e Iron Galaxy, ambos parceiros da Rare. Tudo é uma questão de alocar a tarefa certa à equipe certa.

"A Rare tem 32 anos de catálogo e IPs. Embora eu não dissesse que fomos a Disney ou até mesmo a Nintendo ou a SEGA ou qualquer outra produtora de IPs robustas de longo prazo em nosso negócio, as pessoas pedem que usemos nosso material", contou o chefão ao IGN americano sem deixar de ressaltar que a Rare é "guardiã" de suas franquias.

Muito se especula nos bastidores dos boatos: um novo Perfect Dark seria a aposta mais articulada entre os fãs. E as palavras de Duncan dão força a isso, uma vez que essas propriedades intelectuais poderiam ser alocadas a outros estúdios que não a Rare.

O que você acha? Deixe sua opinião aqui embaixo, na seção de comentários.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.

Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Participe agora deixando seu comentário Acesse sua conta
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários