Voxel

Resident Evil 4 poderia ter sido exclusivo do primeiro Xbox

Último Vídeo

Img_normal
Na geração passada, enquanto o PlayStation 2 dominava com folga e a Nintendo tentava se entender com a nova mídia em disco do GameCube, o Xbox surgia como uma promessa e um fracasso em vendas. Tal aspecto, porém, poderia ter sido menor caso as negociações entre Capcom e Microsoft tivessem gerado frutos. Esse fruto? Resident Evil 4.

Kevin Bachus, o criador do console, afirma que chegou a se encontrar com Shinji Mikami, o criador da série de horror, para conversar sobre o assunto. Ele sabia que a Nintendo via os games como brinquedo e a Sony como entretenimento. Agora, queria saber o que a Microsoft pensava sobre isso. A negociação, porém, foi freada pela barreira do idioma.

O designer não fala japonês e não possuía um intérptete e foi ao encontro com a missão de mostrar que o Xbox queria transformar jogos em obras de arte. Mikami não ficou impressionado e acabou assinando um contrato de exclusividade com a Nintendo, em uma das decisões mais controversas da sexta geração de plataformas.

Meses após o lançamento de Resident Evil 4, a Capcom passaria por cima dos anseios criativos do criador da série e lançaria o game para PlayStation 2, gerando seu afastamento da empresa. Na ocasião, a Microsoft procurou a desenvolvedora japonesa mais uma vez, em mais uma negociação sem sucesso. A série RE chegaria ao Xbox apenas em 2009, com RE5 e sua jogabilidade online.

Fonte: Kotaku, Eurogamer

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.