Resumo da Microsoft: saldo mais que positivo à empresa e à marca Xbox

Resumo da Microsoft: saldo mais que positivo à empresa e à marca Xbox

Último Vídeo

Milhões de pessoas se conectaram na tarde da última quarta-feira, 21, para conferir o streaming ao vivo da Microsoft, que teve cobertura completa do TecMundo, mas muitos não contavam com surpresas tão agradáveis. São novidades que fortalecem a empresa de Bill Gates, a marca Xbox e, sobretudo, a indústria, que enxerga alguns novos horizontes com as mudanças que estão por vir – todas elas conectadas, naturalmente, pois essa é uma das filosofias da companhia.

Para os gamers, o saldo foi mais que positivo. Phil Spencer, que se classifica como um “gamer no comando”, realmente mexeu uns pauzinhos ao ter assumido o cargo de chefão da divisão Xbox e chacoalhou o mercado após um início não muito confortável ao Xbox One, que deu a volta por cima.

Na visão de Spencer e da empresa, “a jogatina é algo muito pessoal”, em que cada um tem “sua história, seus amigos, suas conquistas”. Foi essa visão que o executivo compartilhou no evento de quarta-feira. O Xbox estará no Windows 10, algo que permite enriquecer os recursos multimídia, a Xbox LIVE e a experiência com as plataformas.

O Xbox App não se trata de um mero aplicativo para “emprestar” alguns recursos do Xbox ao PC: trata-se de uma ponte completa e sem perigos. Com a LIVE, basicamente mais de 50 milhões de pessoas poderão estar conectadas. “Ao longo dos últimos 13 anos, [a marca] Xbox esteve focada em criar e expandir ótimas experiências de jogatina e entretenimento em console. Estamos incrivelmente orgulhosos do Xbox One e comprometidos em expandir isso. Agora, vamos trazer o mesmo foco e a mesma paixão ao Windows 10”, disse Spencer.

Um resumo do que foi apresentado e uma olhadela no horizonte

O evento de quarta-feira, como já ressaltamos aqui mais de uma vez, marcou uma nova era para a Microsoft, a indústria de compartilhamento e a ideia de “estar conectado”. Hologramas e realidade virtual também fizeram parte da brincadeira. Vamos tentar resumir:

Xbox App: o seu hub de entretenimento

Independentemente de você jogar no PC, no console ou nas duas plataformas, o aplicativo traz os aspectos mais importantes da sua experiência compartilhada: jogos, amigos, mensagens, feed de atividade, conquistas e muito mais.

Multiplayer entre dispositivos e base imensa da Xbox LIVE

O caráter social do serviço online da Microsoft vai ganhar uma base ainda maior. Mais moderna e robusta, a rede será absolutamente integrada ao Windows 10, trazendo experiências online entre plataformas – Fable Legends foi demonstrado na ocasião –, incluindo jogatina, mensagens e outras formas de interação entre amigos que estejam usando Windows 10 e Xbox One.

Streaming de jogos do Xbox One a PCs e tablets com Windows 10

Outra vertente dessa integração é a possibilidade de realizar streamings de jogos do Xbox One a dispositivos como PCs e tablets que estiverem usando o Windows 10. Os jogadores poderão curtir muitos de seus títulos do console no PC. Sem falar que muitos acessórios do Xbox One vão funcionar nas duas plataformas, sendo possível personalizar sua experiência.

DirectX 12

Outra melhoria enaltecida pela empresa, o DirectX 12 promete facilitar ainda mais a vida dos desenvolvedores e vai trabalhar com motores potentes, incluindo Unreal Engine 4, Unity e outros. É só uma questão de tempo até o recurso chegar ao Xbox One e potencializar ainda mais o hardware do aparelho.

Game DVR no PC

Um dos recursos mais populares no Xbox One, o Game DVR permite que você não só grave suas jogatinas, como também edite, personalize e compartilhe tudo da forma mais simples possível. Agora, isso estará ao alcance do PC graças ao Xbox App. Tudo se resume a usar os comandos Windows + G e começar a brincadeira – e isso inclui qualquer jogo que você tenha no PC, inclusive sua gigantesca biblioteca do Steam.

Em outras palavras, o Xbox está chegando ao Windows 10. E quando o Windows 10 chegará ao Xbox?

Até o final do ano. Por enquanto, graças ao ambiente do app relacionado, é possível “rodar” o Xbox One no PC, mas o Windows 10 está a caminho do Xbox One também. Com isso, a Microsoft diz que “vai permitir interação jamais vista com jogadores de PC” e que a transição dará aos desenvolvedores “o que eles querem para estender seus aplicativos à televisão”.

Promissor, hein, tio Phil? Os donos de Xbox One agradecem.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.