Riot Games anuncia punição para as equipes INTZ e Red Canids
04
Compartilhamentos

Riot Games anuncia punição para as equipes INTZ e Red Canids

Último Vídeo

A Riot Games anunciou, na tarde da última terça-feira (12), a punição para as organizações INTZ e Red Canids, ambas participantes da divisão profissional do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL). As duas equipes foram acusadas recentemente de apresentarem um quadro societário muito próximo, algo que, segundo o estúdio, não contribui para "desenvolver um cenário de eSports íntegro, justo e sustentável".

A Red Canids foi formada depois da separação da INTZ e da INTZ.Red no final da temporada passada. O objetivo era obedecer um regulamento lançado pela Riot Games em maio de 2015 que não permitia a mesma organização de eSport com duas equipes no circuito profissional.

No início deste ano, no entanto, foi descoberto que a administração da Red Canids era conduzida pela namorada e pelo filho do dono da INTZ, algo que desobedece o regulamento internacional da liga profissional de League of Legends.

“Apesar de a equipe Red Canids apresentar nome, CNPJ e quadro societário distintos aos da INTZ, após investigação detalhada, os Oficiais da Temporada 2016 verificaram que há vínculos evidentes e incontestáveis entre as duas equipes (laços familiares entre sócios, mesma pessoa ocupando posições em duas equipes, entre outros), e que vão contra o espírito da regra acima”, explicou a postagem original da Riot Games.

“Considerando que os jogadores da INTZ e da Red Canids não possuíam controle sobre atos praticados pelas direções das organizações, os Oficiais da Temporada 2016 determinaram penalidades para as organizações de forma a também reduzir o impacto sobre os jogadores”, determinou.

As punições para as duas organizações incluíram a obrigatoriedade da venda ou doação da INTZ ou da Red Canids até a próxima sexta-feira (15) para “uma organização comprovadamente independente”. Os diretores das duas empresas ficarão impedidos de representar a sua organização perante a Riot Games por um ano, devendo apresentar outros profissionais para essa finalidade.

A equipe remanescente na liga também perderá o direito à premiação da primeira etapa do CBLoL 2016, assim como não ganhará os direitos de uso de imagem durante esse período.

A decisão da Riot Games foi tomada poucos dias depois de cinco equipes profissionais ameaçarem boicotar o Campeonato Brasileiro de League of Legends, marcado sigilosamente para o próximo sábado (16). As organizações pediam que o estúdio tomasse providências para o vínculo muito próximo entre a INTZ e a Red Canids.

Uma série de conversas reveladas nos últimos dias apontavam também que o vice-presidente da INTZ, Lucas Simon Almeida, teria “acertado com a Riot Games” para a criação da outra organização, algo que foi negado pelo estúdio no decorrer dessa semana.

Quais são suas expectativas para o CBLoL 2016? Comente no Fórum do TecMundo Games

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.