Rockstar deixa de exigir horas-extra após polêmica sobre rotina de trabalho
46
Compartilhamentos

Rockstar deixa de exigir horas-extra após polêmica sobre rotina de trabalho

Último Vídeo

Após as polêmicas recentes envolvendo as rotinas de trabalho da Rockstar, alguns funcionários da companhia afirmam que mudanças já foram sentidas em sua rotina. Segundo o US Gamer, um membro da equipe de teste de qualidade da Rockstar Lincoln afirmou que a empresa parou de exigir o cumprimento obrigatório de horas-extras.

Red Dead Redemption 2

O funcionário afirma que, enquanto a empresa esperava que todos trabalhassem além de seus horários normais, em uma reunião recente ela decidiu que isso passaria a ser algo opcional. “Se não pudermos trabalhar além do horário em certo dia sem uma boa razão, você tem que compensar isso outro dia”, afirmou o membro do estúdio que permaneceu anônimo para manter seu emprego.

Trabalho durante o almoço

Segundo ele, a Rockstar Games exigia que os membros do time de testes trabalhassem em seus horários de almoço. “Isso significa que um dia comum é de 7,5 horas pagas, mas 8,5 trabalhadas, com um dia com horas-extras formado por 10 horas pagas e 11,5 horas trabalhadas”, afirmou o desenvolvedor.

O funcionário afirma que a mudança de atitude é bastante significativa, já que vai permitir que ele e seus colegas tenham fins de semana completos sem ter que compensá-los no futuro. Em um comunicado ao Kotaku, Jenn Kolbe, chefe de publicação da Rockstar, afirmou que as horas-extras não funcionavam dessa forma e que a reunião aconteceu para esclarecer que elas nunca foram realmente obrigatórias.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.

Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Participe agora deixando seu comentário Acesse sua conta
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários