Rumores indicam que Pokémon Sword/Shield podem brickar o Switch

Rumores indicam que Pokémon Sword/Shield podem brickar o Switch

Último Vídeo

O lançamento de Pokémon Sword e Shield rendeu milhões em vendas para a Nintendo, mas não sem gerar uma boa dose de polêmicas envolvendo os novos capítulos da franquia. Depois de críticas, muitas infundadas, em relação aos seus gráficos, agora Pokémon Sword e Shield estão sendo acusados, de maneira um pouco confusa, de brickarem completamente o Nintendo Switch. Vale lembrar que a Nintendo nem a GameFreak se posicionaram oficialmente, então tudo ainda é rumor.

Após o lançamento dos novos jogos de Pokémon, alguns usuários começaram a ir até as redes sociais e fóruns para reclamar que seus Nintendo Switch estavam começando a agir de maneira estranha, antes de brickarem completamente.

Fonte: Nintendo/Divulgação

Ninguém conseguia entender exatamente o que estava acontecendo e, por isso, começaram a surgir rumores sobre as causas desses problemas, principalmente envolvendo a memória NAND do console.

Memória NAND em uso excessivo?

Os rumores sobre o uso de memória dos novos Pokémon aparentemente começou no fórum 4Chan, se espalhando por outros sites, como o Reddit. Inicialmente, acreditava-se que os problemas estavam restritos a jogos comprados na eShop e armazenados no console ou em cartões de memória formatos de maneiras específicas, mas isso se provou incorreto.

O que acontece, de acordo com os rumores, é que Pokémon Sword e Pokémon Shield utilizam um tipo de memória que não deveriam para realizar alguns processos. Normalmente, jogos utilizam memória virtual para realizar algumas ações, funcionando como cache para aplicações.

Ao mesmo tempo, existe algo chamado Memória NAND, um tipo de espaço de armazenamento de dados flash que existe para realizar apenas algumas ações de leitura e gravação, se gastando com isso.

Basicamente, uma memória com tempo finito de vida e, por isso, usada apenas para processos necessários para o funcionamento do console e suas aplicações.

O rumor é que a Game Freak, sabe-se lá por que, teria feito com que a memória NAND fosse usada como memória virtual em Sword e Shield. O que isso significa?

O jogo acaba criando um volume massivo de processos para serem usados na memória, que acelera o fim da vida útil do console. Como os jogadores estariam jogando por horas, algo comum em Pokémon, não demora muito para que o Switch basicamente morra por causa disso.

Até o momento, a Nintendo não se pronunciou sobre o assunto e não foi confirmado ainda que esse é realmente o problema que está acometendo vários jogadores.

Foi criada uma lista com todas as menções ao problema do Switch parando de funcionar e todas trazem em comum um elemento: os jogadores estavam jogando Pokémon Sword ou Shield.

Jogadores utilizando cartuchos do game, versões digitais, com cartões de memória formatados de maneiras diferentes, e em versões do console normal e Lite, usaram principalmente o Twitter para reclamar dos problemas, que vão desde o videogame não ligar até ligar, mas ficar preso em uma tela azul ou laranja.

Jogadores japoneses chegaram a criar uma Wiki, em japonês, com instruções sobre os erros e possíveis formas de evitá-lo.

Ao mesmo tempo, SciresM, um conhecido modder de Pokémon, afirmou que essa explicação é obviamente incorreta e disse algo que faz bastante sentido.

Fonte: 4Chan/Reprodução

“Existe um milhão de motivos do porque isso é estúpido, mas talvez o mais óbvio seja que o tipo de acesso necessário para uso de NAND seria significativo. Sword/Shield são jogos e têm basicamente nenhum privilégio avançado em nível de sistema operacional. Se eles tentarem acessar o console de NAND, o módulo de sistema os rejeitaria com uma resposta de permissão negada.”

Como evitar o problema?

Como a Nintendo ou a Game Freak não se pronunciaram oficialmente sobre os problemas, que claramente estão acontecendo, ainda não se sabe se eles são realmente ligados ao possível uso de memória NAND.

Alguns jogadores criaram uma breve lista de formas de tentar evitar que o Switch fique travado com o game. São elas:

  • Desligar o autosave;
  • Ligar o modo avião, desligando completamente qualquer conexão sem fio;
  • Evitar que o console entre em modo Sleep quando o jogo estiver rodando ou sair para o menu principal do console acessar outra coisa, principalmente quando estiver na Wild Area.

Novamente, todas essas informações ainda são parte de rumores, mas o problema de consoles brickados existe e talvez tenha relação aos novos jogos de Pokémon ou novo firmware. Fique ligado aqui no Voxel para saber das novidades sobre o caso, assim que elas estiverem disponíveis.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários