Saiba tudo o que rolou no 2º dia de playoffs do Internacional 2017
16
Compartilhamentos

Saiba tudo o que rolou no 2º dia de playoffs do Internacional 2017

Último Vídeo

O segundo dia do Evento Principal do Internacional de Dota 2 trouxe gratas surpresas. Principalmente com os times que representam a CIS, Virtus.pro e Team Empire, que fizeram boas apresentações e venceram alguns dos favoritos ao título. Houve também um combate entre times europeus e os chineses da TNC se classificando para jogar contra a OG no dia seguinte. Veja como foram os jogos:

TNC vs. LGD.Forever Young

Na batalha asiática, a TNC escolheu um Alchemist para tentar conter a grande capacidade de farm da LFY, que tinha um Terrorblade e um Nature’s Prophet em sua composição. Os chineses começaram bem o jogo, mas foi a equipe de Sam H (Sand King) quem saiu na frente. Principalmente por causa do crescimento do Alchemist, os representantes do sudeste asiático conseguiam avançar na partida e chegaram até a derrubar uma rota de barracas depois de uma grande teamfight. Porém, poucos minutos depois, a LFY iniciou uma luta e conseguiu abater o Alchemist, que estava sem buyback. Com a vantagem, os chineses conseguiram forçar o mapa e vencer a primeira partida.

Para empatar a série, a TNC tentou surpreender os adversários ao escolher a Bloodmother como último pick. Com uma dual lane agressiva e muitas rotações, os filipinos precisavam sair da fase de rotas com vantagens, pois a composição não se saía tão bem a partir do meio do jogo. Não foi o que aconteceu. O jogo permaneceu empatado até os 15 minutos. Quando chegou a hora da LFY, eles não pararam mais. Conseguindo abates atrás de abates, a LGD.Forever Young venceu a série em 33 minutos.

Virtus.pro vs. LGD.Gaming

Ninguém esperava que o primeiro jogo da série fosse um atropelo tão grande. Com vantagens desde os primeiros minutos de jogo, a Virtus.pro conseguiu uma das vitórias mais rápidas do campeonato. Em apenas 25 minutos, os representantes da CIS saíram na frente do confronto. Destaque para No[o]ne (Lina), que terminou o jogo 10/1/7.

Depois de uma vitória tão avassaladora, a VP não queria parar. Eles escolheram uma composição muito agressiva no começo e no meio do jogo e conseguiram diversos ganks com o Ogre Mage e Chen. A LGD estava sendo tão pressionada que não conseguia farmar. Por isso, os chineses não alcançaram um crescimento adequado na partida e não responderam bem às iniciações da Virtus.pro. Quando os representantes do CIS se juntaram para forçar a bot lane, os adversários não foram capazes de contê-los, e a VP terminou a partida após 28 minutos.

Team Liquid vs. Team Secret

No duelo europeu, a Secret surpreendeu com a escolha da Drow Ranger para o mid. Porém, quem realmente fez a diferença para eles foi Puppey (Spirit Breaker), que venceu a fase de rotas e distribuiu abates pelo mapa. Por ter morrido diversas vezes no começo do jogo, Miracle (Puck) não conseguiu se destacar como precisava no meio a partida. Muito atrás, a Liquid não conteve os adversários e perdeu o jogo em apenas 28 minutos.

O segundo jogo da série começou muito melhor para a Liquid. Na sequência, eles conseguiram entrar no mid game de forma consistente. Enquanto isso, a Secret não acompanhou o grande crescimento dos adversários, principalmente a partir dos 15 minutos, e ficou sem dano para derrubar os tanks da Team Liquid. Em outro jogo rápido, a série ficou empatada depois de 35 minutos.

O desempate da série era decisivo para as duas equipes. Aquela que perdesse seria desclassificada do maior torneio de Dota 2 do mundo. A Team Secret decidiu repetir a composição que deu certo na primeira partida e trouxe o Spirit Braker. 

Novamente, Puppey começou o jogo conseguindo diversos abates no mapa, principalmente em MATUMBAMAN (Necrophos). Só que, dessa vez, a Liquid teve paciência suficiente para se segurar no jogo. Após uma ótima teamfight, aos 19 minutos, a Liquid abateu os cinco adversários e virou o jogo. Após abater MP (Luna), a Liquid fez o Roshan e aumentou ainda mais a vantagem na partida. Para vencer, a Secret precisava de uma boa luta, mas a Liquid administrou bem a vantagem, conseguiu abates seguidos e venceu a partida em 35 minutos.

Evil Geniuses vs. Team Empire

A EG demonstrou um jogo forte e agressivo logo no começo. Com diversas kills no early game, ela saiu na frente e venceu a fase de rotas. Porém, a Empire garantiu que seus principais jogadores conseguissem farmar, pois eles tinham Batrider e Ancient Apparition, que não precisavam de muitos recursos para serem efetivos. Após abater Zai (Sand King) três vezes em menos de 2 minutos, os representantes da CIS voltaram para o jogo. Após diversas teamfights em torno do Roshan, nenhuma das equipes realmente abria muita vantagem. Até que a Empire conseguiu boas lutas, aos 50 minutos de jogo, e saiu na frente no confronto.

Mais uma vez, a EG começou bem a fase de rotas, mas, dessa vez, a Empire não os deixou respirar tanto. Resolut1on (Sven) conseguiu liderar sua equipe e neutralizar as forças de Suma1l (Puck), mas a Evil Geniuses se segurou no jogo por causa do split push e do controle de mapa. Mesmo assim, a Team Empire dominou o jogo, principalmente porque tinha um Sven que dizimava qualquer herói inimigo. Os norte-americanos até voltaram na partida, após diversos abates, porém o time da CIS voltou a pressionar aos 50 minutos e fechou a série 3 minutos depois.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.