Scalebound não deve ser tão exigente quanto os outros projetos da Platinum

Scalebound não deve ser tão exigente quanto os outros projetos da Platinum

Último Vídeo

Revelado durante a conferência da Microsoft na E3 2014, Scaleboundpermanece um mistério — muito disso graças à insistência da Platinum Games em falar pouco sobre o projeto. Felizmente, isso não impediu que alguns detalhes do novo game fossem reveladas durante uma mesa redonda realizada na Tokyo Game Show, da qual participaram o diretor Hideki Kamiya e o diretor criativo JP Kellams.

Segundo Kamiya, os jogadores não devem esperar uma experiência tão intensa ou exigente quanto a vista em projetos anteriores do estúdio. “Eles realmente testavam suas habilidades, reflexos e seu domínio. Acho que posso dizer que ou você entendia isso ou não. Era tudo feito para um tipo específico de jogador”, explicou.

“Nesse game, Scalebound — claro, levando em consideração tudo que aprendemos com nosso sistema de combate e com os títulos em que trabalhamos, vamos refletir sobre isso e pensar como integrar isso a esse novo projeto”, complementa. “Mas nosso foco, nosso conceito central, é mostrar essa batalha épica e em larga escala com esses monstros gigantescos — é aí que tudo começa”, complementa.

“É diferente de todos os jogos orientados para ação que já fizemos. Além disso, o cenário se aproxima mais do reino da fantasia. O assunto principal, dragões — estou esperando que eles vão conseguir atrair um público mais amplo que vá além de quem é simplesmente fã de ação”, explica o diretor.

Game pode ter elementos de mundo aberto

Kamiya explica que, para que os monstros gigantescos do jogo tenham o impacto desejado, o ambiente mais adequado teria que ser bastante vasto e com elementos naturais. “Essa é outra questão que eu adoraria poder revelar mais detalhes, mas não posso”, afirmou ele em entrevista concedida ao site VG 24/7.

“Se usarmos Bayonetta como um exemplo de um jogo de ação puro, eu acho que a estrutura geral, o fluxo do game, se aproxima de algo mais do tipo old-school. Você sabe: você termina a fase e então vai para a próxima e há um nível após o outro e sempre um chefe no final. Você termina o jogo e, se quiser, volta a ele novamente. Para Scalebound, estamos tentando seguir um caminho diferente”, explica.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.