Voxel

SEGA: Aliens e Sonic & All-Stars Racing Transformed no topo das vendas

Último Vídeo

Img_normal
A SEGA revelou recentemente os seus números para o ano fiscal concluído no dia 31 de março. Impossível não se surpreender com os títulos mais vendidos, vale dizer. Não por Sonic & All-Stars Racing Transformed, é claro.

Afinal, trata-se certamente de um belo título de kart, com virtudes suficientes para justificar o posto de jogo mais vendido durante o período — foram 1,36 milhão de unidades.

Bugs e processos que venderam bem

A questão é o segundo lugar, ocupado pelo controverso Aliens: Colonial Marines, com 1,31 milhão de unidades despachadas. Trata-se aqui, inversamente, de um conjunto considerável de “deméritos”. O game (inacreditavelmente) desenvolvido pela Gearbox Software conseguiu ser um dos mais “bugados” da atual geração, tendo apresentado ainda uma das piores apropriações de marcas consagradas.

De fato, o título foi até alvo de processos por ter “vendido gato por lebre” — já que as imagens divulgadas no momento do anúncio se pareciam muito pouco com aquelas encontradas na versão acabada do jogo, conforme observaram, consternados, alguns fãs da série de filmes.

Alguns números mais razoáveis

Mas há outros números mais previsíveis, certamente. Football Manager 2013, por exemplo, vendeu 940 mil unidades durante o períoodo, enquanto que o game baseado nas Olimpíadas de Londres despachou 680 mil cópias. Ademais, Yakuza 5, mesmo tendo sido vendido exclusivamente no Japão, também apareceu com consideráveis 590 mil cópias vendidas. O front de jogos online também vai bem, com 2,5 milhões de usuários registrados.

Img_normal
Por fim, o documento publicado pela SEGA ainda mostra que há diversos jogos planejados para várias plataformas até o final do ano fiscal iniciado em 2014. São 11 jogos para PC, sete para Wii U, sete para PlayStation 3, cinco para PlayStation Vita, seis para 3DS, 4 para Xbox 360 e até mesmo dois para o já quase saudoso PSP.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.