SEGA revela que diminuiu em 80% suas horas-extras exageradas

SEGA revela que diminuiu em 80% suas horas-extras exageradas

Último Vídeo

Enquanto companhias como a Rockstar comentam que alguns de seus funcionários chegaram a dedicar 100 horas semanais à produção de um game, a SEGA está seguindo um caminho contrário. Durante seu mais recente relatório financeiro, a companhia japonesa revelou que conseguiu diminuir em 80% os longos períodos de trabalho de seus funcionários.

SEGA

A companhia afirma que essa redução se dá em relação às pessoas que trabalham 80 horas-extras ou mais durante um único mês. Em outras palavras, enquanto os exageros estão sendo reduzidos, ainda há indícios de que há dias em que os desenvolvedores não necessariamente se atêm aos períodos de trabalho especificados em contrato.

Balanço entre trabalho e vida privada

A iniciativa da SEGA para reduzir suas horas-extras exageradas começou em 2013, quando a empresa anunciou que pretendia atingir o objetivo de 100% de redução em 2020. O programa atinge as desenvolvedores SEGA Games, SEGA Entertainment, TMS Animation e SEGA Toys, tendo como principal objetivo acabar com a ideia de que o tempo extra conhecido como “crunch” é necessário para a indústria de games.

“Queremos que os empregados tenham qualidade de vida fora do escritório para que eles não percam seu impulso criativo"

“O foco principal das reformas de estilo de vida do Grupo é a conquista de um equilíbrio entre o trabalho e a vida privada”, afirma o relatório da empresa. “Queremos que os empregados tenham qualidade de vida fora do escritório para que eles não percam seu impulso criativo. Medidas bem estabelecidas que o Grupo introduziu para reduzir o trabalho extra longo produziram resultados tangíveis”.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários