Voxel

Semana TCG: o que estamos jogando (10/09/2012)

Último Vídeo

Img_normal

Mais uma segunda-feira no mundo dos games, e chegou a vez de apresentarmos o quadro "O que estamos jogando". Talvez você pense que seja impossível que os títulos prestigiados por nós mudem a cada semana, mas acredite: a equipe BJ é muito grande, e nós simplesmente adoramos jogos eletrônicos.

Sem mais delongas, confira o que estamos jogando. Lembrando que aqui constam apenas os games que MAIS estamos jogando, embora possamos estar experimentando outros títulos simultaneamente. Além disso, aqui constam somente alguns dos integrantes da equipe BJ:

Meu amor por Resident Evil me levou a experimentar Shadows of the Damned tanto tempo depois de seu lançamento. E percebi que estava perdendo muito! A obra amalucada dos grandes Shinji Mikami e Suda51 é cheia de referências a filmes B de terror, um gênero que gosto muito, e praticamente cheira a Evil Dead. A jogabilidade extremamente variada e as piadinhas politicamente incorretas me surpreendem a cada fase e eu mal posso esperar para chegar ao final do game. Ao mesmo tempo, porém, eu também não quero que ele acabe.

Um homem que é fanático por tortas e usa "clones do passado" para superar os desafios. Curioso, não? Enfim, aproveitei uma das últimas promoções do Steam para conferir Winterbottom, um game simples que consegue divertir bastante. A experiência lembra bastante Braid  pois você deve interagir com você mesmo para obter sucesso.

Já estava querendo jogar GTA IV há algum tempo, mas só consegui fazê-lo funcionar em meu PC recentemente. Todo o esforço valeu a pena: o game é muito melhor do que eu jamais poderia esperar. Além de ser extremamente divertido, ele ainda traz vários mini games e informações extras que, embora desnecessários, me fazem pensar que aquele mundo é o mais real e denso que já vi em um game.

Img_normal

Apesar de eu viver reclamando da falta de jogos para o PlayStation Vita, ainda não tive tempo de colocar as mãos em um dos poucos exclusivos que me chamaram a atenção — algo que esse lindo feriado fez questão de resolver. Mesmo com uma história bem rasa e repleta de clichês, o jogo é muito divertido por conta de suas mecânicas. Controlar a gravidade é bem interessante e que gera situações bem desafiadoras. Só senti falta de alguns puzzles que fizessem melhor uso desse elemento, o que deixaria tudo ainda melhor.

Depois de ter jogado (e gostado) da demo de Need for Speed: Hot Pursuit, finalmente rodei o jogo completo e, devo dizer, fiquei muito satisfeito com a qualidade do produto final, produzido pela Criterion Games.

Os gráficos do game são incríveis, a sensação de velocidade dos diversos carros exóticos é sensacional, assim como a sua jogabilidade, que é uma espécie de mistura entre arcade e simulação. Corridas contra oponentes normais ou contra a polícia fazem com que cada trecho percorrido seja mais emocionante que o anterior.

E você, o que está jogando neste momento?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.