Servidores de H1Z1 somam 11 horas fora do ar; Previsão de retorno: nenhuma
01
Compartilhamento

Servidores de H1Z1 somam 11 horas fora do ar; Previsão de retorno: nenhuma

Último Vídeo

O acesso antecipado do novo jogo online massivo da Sony, H1Z1, não é o que pode ser chamado de período tranquilo para a empresa japonesa. Depois de um lançamento pra lá de conturbado, com instabilidade nas framerates e acusações de ter uma loja no estilo “pague para ganhar”, o game sofreu um novo revés na madrugada desta quarta-feira (21). Ao que tudo indica, um novo patch aplicado ao MMO com zumbis trouxe alguns “pequenos” bugs que fizeram com que os servidores precisassem ser tirados do ar e não voltassem até agora.

H1Z1 é um título que fica nas mãos da Sony Online Entertainment (SOE), experiente no ramo dos MMOs e responsável por outras produções online, como PlanetSide 2 e Everquest. Sendo assim, as declarações sobre a situação do novo game foram todas feitas pelo presidente da SOE, John Smedley, em seu perfil no Twitter. “Ok, servidores voltaram. Podem atualizar. Luz verde para o H1Z1”, postou o executivo pouco antes da uma da manhã.

A partir daí, porém, a coisa foi ladeira abaixo, tomando uma escala aparentemente maior do que a esperada por Smedley e pela equipe do jogo. “Parece que um bug acabou entrando, estamos arrumando rapidamente. Tirando [o servidor] do ar brevemente”, dizia uma mensagem logo na sequência da anterior. Até aí, não é raro que em jogos ainda em fase de desenvolvimento alguns bugs marotos sejam introduzidos por patches novos e precisem ser consertados.

A coisa ficou feia

O que deixou os jogadores aflitos é que o servidor continuou fora do ar durante toda a madrugada, e o próximo tweet só veio depois de uma espera de mais de quatro horas. “Ainda trabalhando em dois problemas. Perdão pela manutenção prolongada. Esses problemas são do tipo que precisam ser corrigidos, não dá para apenas voltar para o patch anterior”, postou Smedley, por volta das 5h20 da matina.

Até o momento em que postamos esta notícia, os servidores de H1Z1 já somam cerca de 11 horas de inatividade contínua, com o último comentário sobre a situação do game datando de sete horas atrás. Com quase 200 servidores em sua semana de lançamento e filas constantes, o concorrente de DayZ atraiu um bom público apesar de suas – esperadas – falhas, o que torna ainda mais agravante o fato de o público não poder ter acesso ao game por tanto tempo.

Fique atento no BJ para mais novidades sobre a novela envolvendo os bugs e a queda dos servidores de H1Z1.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.