SFDevolution, o dono da maior coleção de Street Fighter do mundo

SFDevolution, o dono da maior coleção de Street Fighter do mundo

Último Vídeo

Você acha que é um grande fã de Street Fighter? Do tipo fã número um, o maior que existe? Então prepare-se para conhecer o sujeito que, segundo a edição de games do Guinness, o Livro dos Recordes, é dono da maior coleção do mundo relacionada à franquia de luta da Capcom.

O canadense Clarence Lim, que atende também por SFDevolution, tem 2.723 itens de Street Fighter na coleção. Ele até aparece no documentário lançado para comemorar 25 anos da série e, agora que recebeu o certificado do Guinness, concedeu uma entrevista ao Capcom Unity.

Ele conta que começou a juntar itens em 1996 e, no começo, só gostava de jogar depois das aulas na casa de amigos — a mesma coisa que muitos de nós durante a infância. Com o tempo, ele começou a comprar os títulos novos que saíam e expandiu as aquisições para action figures, filmes, quadrinhos e muito mais.

Quase um ano depois, ele percebeu que estava perdendo vários lançamentos e, enquanto comprava um atrás do outro, quis ver "até onde aquilo poderia chegar" e decidiu virar um colecionador. O resultado é a imagem acima.

De dar inveja

A coleção só é composta de itens bem conservados visualmente, pacotes com todos os itens inclusos, ser licenciado pela Capcom e vendido nos Estados Unidos. Clarence afirma não ser rico (ou seja, não fazer loucuras para adquirir uma nova peça) e que não saberia até onde a coleção iria caso decidisse comprar tudo que sai internacionalmente. Ele também não compete em torneios como o EVO, apesar de reconhecer a habilidade dos profissionais da área.

Fora Street Fighter, Clarence e a esposa mantêm coleções (menores) de outras franquias: DarkStalkers, Final Fight, The Legend of Zelda, Fire Emblem, MegaMan, Star Fox, Killzone, Katamari, Phoenix Wright, Ace Attorney, Devil May Cry, Dark Souls e games da Naughty Dog.

E qual o item favorito? Segundo Clarence, nenhum é mais valioso do que memórias. Na entrevista, ele conta que passou momentos incríveis com o produtor Yoshinori Ono, de quem recebeu presentes e reencontrou uma vez, quando apresentou a esposa. A mulher do colecionador, inclusive, também é adepta de acumular itens de games e conheceu Clarence por causa de Street Fighter.

Dicas do mestre

Quer começar uma coleção, não tem as manhas de dinheiro ilimitado e não sabe como agir? Clarence deu algumas dicas durante a entrevista:

  • Compre consciente e use ferramentas de busca, como as do eBay;
  • Vá a eventos de troca de jogos e convenções;
  • Ao mesmo tempo, seja proativo e paciente com a carteira;
  • Não seja um imbecil com outros colecionadores;
  • Foque em um objetivo claro e corra atrás dele, mas cuidado: colecionar é divertido, mas não pode ser um vício;
  • Coleções são inúteis se você não pode se alimentar, ter um teto ou amigos.
Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.