Voxel
01
Compartilhamento

Shadows of the Damned: as semelhanças com Resident Evil e demo da GDC

Último Vídeo

Img_normal

Em entrevista para o site Joystiq, Shinji Mikami afirmou que Shadows of the Damned não se parecerá com Resident Evil. O criador da série de horror afirmou que os fãs poderão sentir alguma influência de sua criação no novo jogo, mas que a experiência, como um todo será bem diferente. “Estou [na equipe] para garantir que a jogabilidade é boa e divertida], contou.

“Não é um jogo [meu], é um jogo da Grasshopper”, afirmou Mikami, se referindo à desenvolvedora de Suda 51. O criador de No More Heroes é especialista em produzir games com humor ácido e recheado de situações bizarras, e foi exatamente isso que a imprensa pôde observar no demo exibido durante a Game Developers Conference 2011.

Um dos principais destaques de Shadows of the Damned são os diálogos, que se dão, principalmente, entre Garcia Hotspur, o protagonista, e Johnson, um demônio transformado na arma utilizada pelo personagem. Os dois estão constantemente travando discussões filosóficas e discutindo, adicionando um elemento completamente bizarro ao título.

Img_normalNa busca por salvar sua namorada, Garcia pode transformar Johnson em uma série de armamentos diferentes, de acordo com upgrades obtidos durante a aventura. É possível utilizar a arma em forma de pistola, metralhadora ou escopeta, por exemplo, enquanto a munição é obtida por meio de ossos e crânios dos inimigos. Para recuperar a energia, bebidas alcoólicas.

A câmera acompanha o personagem sobre seu ombro e, em momentos de carnificina extrema, se aproxima das vítimas para imagens em câmera lenta das mortes dos inimigos. Em determinados momentos, a própria escuridão se transformará em inimigo, obrigando Garcia e lutar de maneira diferente, já que os oponentes se tornam invencíveis.Há também momentos em que o mal brincará com a consciência de Garcia, já que monstros poderão se disfarçar com a imagem da namorada do protagonista.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.