Voxel

Sony altera termos de serviço por demanda judicial nos EUA

Último Vídeo


A Sony anunciou que a mudança efetuada recentemente nos seus termos de serviço proibindo a abertura de processos coletivos ocorreu por demanda da Suprema Corte dos EUA — algo que certamente pode ser seguido por outras empresas.

A alteração pode ser encontrada na seção “Binding Individual Arbitration” (arbitragem individual obrigatória, em tradução livre), o que, efetivamente, significa que os consumidores deverão abrir mão do direito de representação como parte de uma classe.

Dessa forma, qualquer disputa com a Sony “será conduzida apenas em base individual”, impedindo que a companhia seja processada por um grupo de pessoas. De fato, considerando-se as altas somas de dinheiro que são gastas pelas empresas em disputas legais, é fácil prever que os cofres da Sony permanecerão mais cheios. O raciocínio é bastante simples: é bem menos provável que indivíduos embarquem em qualquer tipo de reivindicação legal por si mesmos.

Entretanto, qualquer residente dos EUA pode optar por não ser incluído nisso. Conforme reportou o site Gamasutra, basta enviar à Sony uma carta de punho próprio, e você estará desligado.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.