Voxel

Sony japonesa criou tecnologia para bloquear venda de jogos usados

Último Vídeo

Nada de pedir jogos emprestados no futuro? (Fonte da imagem: Reprodução/Steam Forums)
A Sony Computer Entertainment registrou no Japão uma nova patente que promete impedir a venda de jogos de segunda mão. Usando near field communication – chips embutidos que trocam dados quando colocados a uma pequena distância – o console seria capaz de detectar quais títulos já foram utilizados em outros aparelhos e bloquearia a execução deles.

Tudo funciona por meio do que a Sony chama de “tags”, sendo que a “etiqueta” do jogo seria alterada automaticamente quando ele fosse rodado pela primeira vez. A patente registrada fala especificamente do mercado de jogos usados, afirmando que a tecnologia garantiria a distribuição justa do montante oriundo da compra de jogos de volta aos desenvolvedores.

A descoberta caminha ao lado de rumores antigos sobre o PlayStation 4. Em março, uma informação dava conta que o Orbis – suposto codinome do novo console – teria algum tipo de bloqueio contra jogos usados, uma hipótese refutada rapidamente pelo presidente da Sony, Jack Tretton.

Desta vez, porém, a empresa se limitou a não comentar sobre o assunto quando perguntada. É claro, o registro de uma patente não significa sua utilização efetiva. Ainda assim, é impossível negar a preocupação das desenvolvedoras com relação ao comércio de jogos de segunda mão e algumas medidas, como o Online Pass, por exemplo, já estão em vigor enquanto você lê esta notícia.

Fontes: Computer and Videogames, NeoGAF

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.