Sony reconhece que errou no primeiro Knack e quer redenção na sequência
453
Compartilhamentos

Sony reconhece que errou no primeiro Knack e quer redenção na sequência

Último Vídeo

Ainda meio omisso dos holofotes, Knack 2 aos poucos busca seu lugar ao sol como um dos exclusivos mais, digamos, "coloridos" do PS4. Mark Cerny, um dos arquitetos do console, artista que atuou em Crash, Spyro e no primeiro Knack, reconheceu que "algumas decisões tomadas não foram as melhores" e afirmou que "ouviu muito, muito, muito o feedback dos jogadores".

"Depois de Knack recebemos muitos feedbacks mistos. Passamos a ler tudo: fóruns, sites, análises, tweets, comentários. O que ficou claro é que Knack, como um jogo da velha guarda, já não funciona bem nesta nova era", explicou o executivo em entrevista ao Eurogamer.

Movimentos mais "profundos"

Cerny contou que a equipe de desenvolvimento decidiu adotar uma abordagem mais ousada no segundo game, com "movimentos mais profundos" e mais variedade. "Em Knack 2 temos mais seções de plataforma, mais combate, mais puzzles, movimentos mais profundos. (...) A equipe pensou em diversas melhorias e funcionalidades como coisas que seriam feitas do ponto de partida. Investimos mais tempo no modo cooperativo, há um motor melhor, novas tecnologias", concluiu.

Será que o jogo de aventura vai, enfim, ser aquilo que o primeiro poderia ter sido? Deixe seu palpite na seção destinada aos comentários, logo adiante. Knack 2 será lançado exclusivamente para PlayStation 4 no dia 6 de setembro deste ano.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.