Sony irá reembolsar donos de PS Vita por "propaganda enganosa"

Sony irá reembolsar donos de PS Vita por "propaganda enganosa"

Último Vídeo

A Sony entrou em um acordo com o governo estadunidense para reembolsar os donos de PS Vita por conta de "propagandas enganosas" que a empresa promoveu durante o lançamento do portátil em 2012. A justificativa, apresentada pelo orgão Federal Trade Comission, é que o produto não entregou todas as funcionalidades divulgadas, como a jogatina remota e o “cross save” para os títulos.

A comissão dos Estados Unidos lembrou que foram pouquíssimos jogos que cumpriram as propostas de acompanhamento remoto entre o PlayStation 3 e o aparelho portátil. Nem mesmo Killzone 3, que apareceu na propaganda oficial veiculada em 2012, ofereceu esse suporte no produto final.

Outro ponto importante citado pela FTC foi a veiculação do “cross save” como algo natural para a jogatina entre os consoles. A propaganda não citou, no entanto, que para essa função estar disponível seria necessário ter duas cópias do mesmo jogo — uma no aparelho portátil e outra na plataforma caseira.

Até mesmo as sessões multiplayers não chegaram a ser possíveis, diferente do que foi veiculado na propaganda da época, disponível no vídeo logo abaixo.

“Assim como nós entramos no maior período de compras do ano, as companhias também precisam ser lembradas que se elas fizerem promessas de um produto para os clientes — assim como a Sony fez com os recursos que “iriam mudar a jogatina” com o PS Vita — elas precisam cumprir essas promessas”, comentou no anúncio oficial a diretora de proteção ao consumidor da FTC, Jessica Rich.

Dessa forma, os usuários que compraram o PS Vita até o dia 12 de junho de 2012 serão reembolsados com US$ 25 em dinheiro ou US$ 50 em créditos para compras de produtos ou serviços. O acordo também cita que a Sony deverá avisar por e-mail todos os clientes que poderão retirar seu reembolso.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.