Voxel
Seja o primeiro a compartilhar

Square Enix lança tecnologia de jogos na nuvem chamada Project Flare

Último Vídeo
Fonte da Imagem: Reprodução/Project Flare

A Square Enix anunciou hoje que está trabalhando no Project Flare. O projeto é definido como uma iniciativa de jogos localizados na nuvem e que pode abrir novas portas para os jogadores e desenvolvedores em geral.

Recentemente, a empresa também anunciou o lançamento do Collective, que é uma comunidade digital com foco no desenvolvimento coletivo de games – entretanto, as duas iniciativas não possuem qualquer relação. O diretor de desenvolvimento da Square Enix, Jacob Navok, disse que a empresa está procurando um novo jeito de utilizar a tecnologia da nuvem que poderá mudar não somente o modo como os jogos são distribuídos, porém como eles também são planejados e desenhados.

“Quando falamos em jogos na nuvem nós pensamos em games via streaming. Eles não são jogos na nuvem para nós da Square. Houve uma mudança no modelo de distribuição e no estilo de negócios, porém não houve modificações significativas no planejamento desses jogos. Não houve uma mudança na tecnologia”, disse Navok.

Processamento de dados na nuvem

Quando as pessoas jogam os games nos consoles, o processamento dos títulos é limitado pelas configurações existentes no hardware – cada plataforma possui limitações do que é capaz ou não de realizar. Em outras palavras, os jogos são restritos às tecnologias existentes nas respectivas máquinas em que rodam.

O objetivo do Project Flare é criar um supercomputador virtual na nuvem que poderá complementar o processamento dos consoles, permitindo um maior potencial. “Quando você possui um supercomputador virtual existem novas maneiras de interagir com o conteúdo, pois existem outros modos de distribuir esse conteúdo que resultam em novas experiências”, declarou o diretor.

Por exemplo, no vídeo de demonstração de Final Fantasy XI abaixo é permitido visualizar as câmeras de todas as pessoas que estão no seu grupo. O jogo não foi planejado originalmente com esse tipo de função, já que isso causaria grandes lentidões durante as batalhas, porém não há problemas quando esses dados são processados em um servidor externo do Project Flare, capaz de permitir que as câmeras funcionem adequadamente. 

O Project Flare está em seus estágios iniciais de desenvolvimento. A Square Enix está procurando por parceiros de desenvolvimento e empresas de tecnologia que possam ajudar a moldar o futuro dessa tecnologia – a empresa também anunciou hoje que colaborará com a Ubisoft.

O plano é que Project Flare seja lançado em até três anos, apesar de não existirem datas de quando a tecnologia estará disponível para os desenvolvedores. Jacob Navok disse que o objetivo é fazer com que a plataforma seja de fácil acesso para os estúdios grandes, pequenos e independentes, facilitando a criação de jogos que utilizem o suporte do supercomputador na nuvem.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.