Square Enix tem ótimo ano fiscal por conta de FF XV e Tomb Raider para PS4

Square Enix tem ótimo ano fiscal por conta de FF XV e Tomb Raider para PS4

Último Vídeo

Não é uma regra, mas muitas empresas têm anos fiscais que acabam no início do ano, como é o caso da Capcom (que mostrou que alguns jogos venderam abaixo do esperado, como Resident Evil 7 e Dead Rising 4, mas foi bem no geral). Agora, é hora de a Square Enix mostrar como foi o desempenho monetário entre abril de 2016 e março de 2017. Spoilers: a performance foi boa.

Por conta de relatórios divulgados e um anúncio da produtora, foi revelado que as vendas superaram as do ano passado, a receita aumentou e grande parte disso foi por conta de três fatores: Final Fantasy XV, Rise of the Tomb Raider para o PlayStation 4 e o aumento no consumo de jogos mobile da companhia. Outro título que acabou ajudando foi Deus Ex: Mankind Divided – será que teremos sequências no futuro?

Relatórios do ano fiscal da Square Enix

Porém, a Square também tomou algumas decisões que podem não ter sido as melhores para alguns. Para se focar somente nos títulos principais, a companhia decidiu se retirar dos negócios de alguns estúdios ocidentais, como é o caso da IO Interactive, responsável pela série Hitman, algo que deu prejuízo à publisher.

Em contrapartida, a Square busca novos investidores para compensar, diminuindo assim o prejuízo e, quem sabe, até garantindo verba adicional. De uma forma ou de outra, a maioria das notícias são boas e muitas franquias foram bem no mercado, indicando que possivelmente novas obras podem ser lançadas no futuro.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.