Voxel

Star Wars: Battlefront 3 foi cancelado por psicopatas da LucasArts, afirma desenvolvedor

Último Vídeo

Fonte: Reprodução/VG247

David Doak, um dos cofundadores da Free Radical, falou nesta semana em entrevista à Eurogamer sobre o cancelamento do jogo Star Wars: Battlefront 3. À época, a empresa, em parceria com a LucasArts, estava seguindo, segundo ele, uma ótima linha de raciocínio para o título e o projeto funcionou bem durante dois anos.

“O projeto era ambicioso e acredito que estávamos na linha certa de desenvolvimento” explicou. Entretanto, com a saída de Jim Ward da LucasArts, tudo se tornou mais complicado. “De repente deixamos de falar com pessoas interessadas em fazer games para dialogar com psicopatas que insistiam em manter um advogado na nossa sala”, completa.

Doak conta que isso fez com que os colaboradores do projeto se sentissem intimidados, gerando uma série de discussões desavenças entre os funcionários da companhia. “Meu trabalho passou a ser o de sentar ao lado de alguns desenvolvedores e tentar levantar o moral deles, eles estavam arrasados”, afirma Doak.

Segundo ele, o episódio deixou muitas lições, mas em suas lembranças ele considera esse o incidente mais depressivo em que ele esteve envolvido. “Aquele que era o emprego dos meus sonhos, com o qual eu sempre tinha sonhado, de repente se transformou no pior dos meus pesadelos”, concluiu.

Fonte: VG247

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.