Starbreeze admite não ter como se manter nos próximos 12 meses

Starbreeze admite não ter como se manter nos próximos 12 meses

Último Vídeo

A Starbreeze revelou no último fim de semana seus resultados financeiros para o primeiro trimestre de 2019, que mostram a intensidade da crise pela qual a companhia está passando. Mesmo tendo registrado receitas de US$ 5 milhões no período, a desenvolvedora terminou com um prejuízo de US$ 17,3 milhões.

Starbreeze

“A companhia atualmente não possui fundos assegurados para continuar operando nos próximos 12 meses e uma falta de liquidez é esperada antes da metade de 2019 e nenhum fundo adicional for assegurado”, afirmou a mensagem enviada aos acionistas. O CEO Mikael Nermark afirma que não perdeu as esperanças e que tem a confiança de que vai conseguir colocar o negócio em ordem.

PayDay é a chave da Starbreeze

Para tornar isso possível, Nermark confia no poder de PayDay, que se tornou a principal marca da desenvolvedora. Em fevereiro deste ano, a Starbreeze cancelou as versões de console de OVERKILL’s The Walking Dead ao mesmo tempo em que anunciou o fim da parceria com a Skybound Entertainment, dona dos direitos da série.

PayDay 2

“No julgamento da companhia, vai ser possível concluir as reconstruções em andamento da companhia e das subsidiárias relevantes para fazer com que o negócio continue operando”, continua o comunicado. Atualmente a companhia possui cerca de 580 funcionários, e seu fechamento poderia ter um impacto bastante negativo sobre a indústria de games da Suécia.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários