Voxel
01
Compartilhamento

StarCraft II: o comercial brasileiro e algumas decisões da Blizzard

Último Vídeo

Embora as propagadas de video game em televisão tenham caído em desgraça no Brasil graças à ascensão funesta da famosa “indústria alternativa”, algumas marca ainda se permitem preciosos minutos na TV. Prova disso é o comercial de StarCraft II feito exclusivamente para o Brasil e divulgado através de diversos canais abertos e fechados.

A sequência traz diversas imagens do jogo, e conta ainda com a narração de Luiz Antônio Lobue — dublador do Dr. House e também do Piccolo, de Dragon Ball. Enfim, bom saber que mais alguém anda seguindo a linha corajosa recentemente readotada pela Nintendo (comerciais de Wii e DS ainda podem ser encontrados na televisão).

Alteração do nome do personagem será possível

Então você se cadastrou com um pseudônimo qualquer para jogar StarCraft II e agora se arrependeu da escolha? Sem problemas. A Blizzard soltou um comunicado oficial através do seu blog oficial anunciando que haverá em breve uma opção para que os jogadores possam alterar o nome do seu personagem na Battle.net — em uma primeira fase, a mudança será cobrada, tal como em World of Warcraft. Ainda não há uma data ou valor estipulado para a mudança.

Img_normal

Mapas inapropriados serão apagados

A Blizzard anunciou recentemente uma medida não exatamente popular: a produtora começará a remover de StarCraft II todos os mapas que julgar “inapropriados”. O gestor de comunidade da Blizzard, Lylirra, afirmou no fórum oficial do jogo que os mapas criados pelos usuários serão analisados para que se possa garantir que promovem “diversão em um ambiente seguro para todos os jogadores”.

Caso um mapa não condiga com os critérios da empresa, ele será removido da Battle.net, e seu criador contatado por email. Por que algo assim, já que nada semelhante existia no primeiro jogo? A resposta foi curta e objetiva: “Porque nós podemos. Literalmente”.

Img_normal

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.