#StealKeyRequest: desenvolvedor alerta sobre golpe de falsos youtubers

#StealKeyRequest: desenvolvedor alerta sobre golpe de falsos youtubers

Último Vídeo

O desenvolvedor Leszek Lisowski, chefe da Wastelands Interactive, criou um artigo falando sobre um problema relacionado às chaves especiais para licenças de press releases e alguns youtubers.

Um dos jogos em que ele e a sua equipe estão trabalhando é o Worlds of Magic, e foi anunciada a sua fase de Early Access (acesso antecipado) no dia 4 de setembro. Eles decidiram se abrir para a comunidade em vez de ir atrás de uma Publisher, que poderia fazer esse trabalho, porém o seu jogo deixaria de ser independente (indie).

Com o seu Early já marcado para o dia 11 de setembro, a equipe tentou encorajar jornalistas, editoras e youtubers a pedirem uma cópia de demonstração, buscando algumas críticas. O resultado foi positivo, pois mais de mil emails com pedidos foram recebidos nos 10 dias seguintes.

Entre as centenas de emails, alguns youtubers estavam inclusos e alguns deles tinham audiência inferior a 300 pessoas (com exceção de alguns, mais famosos e que tinham mais de 1 milhão de acessos). Todos receberam respostas e algumas keys (de 1 até 3 por youtuber).

Após um tempo, já se começou a ver resultados, algumas críticas positivas e alguns apontamentos de bugs em fóruns. Porém, o que mais chamou a atenção foi a comercialização de algumas keys em outras lojas além do Steam (onde o jogo foi lançado oficialmente).

Lisowski comprou uma key com o seu próprio dinheiro em uma dessas lojas (que não vamos citar o nome), fez uma pesquisa nos emails e descobriu que aquela era uma das chaves enviadas para um dos youtubers. Ao descobrir isso, ele fez uma análise dos outros remetentes e percebeu que muitos eram falsos youtubers, com uma letra ou número diferente no email copiado de famosos (troca A por 4, i por l etc.).

Como forma de teste, os 20 emails recebidos posteriormente receberam pedidos de confirmação, com um link do canal e uma prova de que era realmente ele. Para sua surpresa, apenas dois responderam com as informações e os outros 18 eram impostores, totalizando uma média de ladrões de keys acima de 70%.

Indignado, ele decidiu fazer um teste de fogo: criou um email qualquer, criou uma conta no Steam e enviou mais de 50 mensagens para desenvolvedoras, falando que era um youtuber com mais de 50 mil inscritos. Para a sua tristeza, ele recebeu 16 keys de 15 jogos, que totalizam mais de 400 dólares, sem nenhum pedido de confirmação.

Para piorar a situação, apenas 7 desenvolvedores desconfiaram e pediram para que ele enviasse uma mensagem por inbox no YouTube, tornando o caso mais grave ainda, porque a chance de sucesso do impostor se dar bem é alta.

Por isso, ele informa da importância do fato e pede que os desenvolvedores fiquem ligados, pois esse golpe faz com que algumas lojas vendam seus jogos com metade do preço do original, fazendo com que o público fique enfurecido com o valor mais alto nas plataformas oficiais (como o Steam) e tirando o lucro de sua equipe, podendo gerar problemas de caixa para a empresa futuramente.

Por fim, ele faz um pedido para que todas as empresas utilizem o inbox do YouTube para confirmações, pois essa atitude vai fazer com que a sua equipe não caia em golpes e que vigários não ganhem dinheiro às suas custas.

Importante: Lisowski não cadastrou nenhuma das chaves recebidas e enviou cada uma de volta para o desenvolvedor, junto com um aviso sobre os golpes.

Vamos ajudar as distribuidoras a descobrirem esse golpe, pois não queremos que mais empresas boas e com potenciais fechem suas portas, como aconteceu com a querida LucasArts.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.