No Straight Roads, jogo do designer de FF XV, tem mais detalhes revelados

No Straight Roads, jogo do designer de FF XV, tem mais detalhes revelados

Último Vídeo

Anunciado em fevereiro deste ano, No Straight Roads é o novo jogo de ação musical do designer de Final Fantasy XV inspirado na forte narrativa visual de Psychonauts. Com cores vibrantes e uma trilha sonora incrível, o game tem dado o que falar desde o seu primeiro trailer, atraindo a atenção de vários jogadores ao redor do mundo.

Durante a E3 2019, o site Kotaku teve a chance de testar uma pequena demonstração do jogo, incluindo a primeira luta contra chefes, e trouxe suas impressões. Segundo descrições de Gita Jackson, o combate coloca os dois personagens principais do punk rock, Mayday e Zuke, contra um poderoso DJ de música eletrônica que toca no DJ Subatomic Super Nova.

Controlando Mayday, Gita correu pela tela enquanto coletava e gravava notas musicais no chefe com seu violão. Após marcar seus ataques e esquivar das batidas, a visão do chefe diminuiu gradativamente até que planetas foram vistos orbitando ao redor dele. Segundo Wan Hazmer, diretor de No Straight Roads, isso acontece porque "a ideia é que ele pensa ser o centro do universo".

Para Gita, a maneira que No Straight Roads expressa a megalomania do personagem chefe é o que o torna especial. Ao esquivar dos planetas lançados pelo DJ e observa-lo crescer até que ofusque o jogador focando nos planetas ao seu redor, o jogo representa muito bem os ideais do seu personagem sem fazer uso de diálogos.

Hazmer, que trabalhou anteriormente como principal designer de Final Fantasy XV, disse que cresceu jogando títulos como Psychonauts e sua narrativa visual foi marcante para ele. Por essa razão, o diretor queria fazer uma retrospectiva dos jogos dos anos 2000, como Space Channel 5 e Jet Set Radio.

Para a criação de No Straight Roads, Hazmer diz estar usando as lições que aprendeu esses com jogos de ação e aventura, o que para Gita parece bem convincente, graças a algumas descrições feitas pelo diretor a respeito de um outro chefe do game. O personagem em questão é uma garota que toca música clássica e é pressionada pela mãe.

Durante o combate, a mãe, que tem cordões pendurados em suas mãos, controla a filha como se fosse uma marionete. No decorrer da luta, conforme a pressão colocada na menina vai se mostrando cada vez mais forte, a presença da mãe ocupa mais e mais espaço na tela, deixando claro o sofrimento e a dor da garota.

Com relação à narrativa, em No Straight Roads acompanhamos os músicos do rock indie Mayday e Zuke em sua luta contra o império maléfico da música eletrônica em Vinyl City. Para isso, será necessário utilizar o poder da música para transformar certos objetos em armas e enfrentar os inimigos.

Apesar de estar trabalhando em uma história que retrata o combate entre o rock e a música eletrônica, Hazmer insiste que não tem interesse nessa luta e adora todos os tipos de música, afirmando que o melhor show de sua vida foi do grupo eletrônico The Prodigy.

No Straight Roads está em desenvolvimento para PlayStation 4 e PC, com lançamento previsto para o primeiro semestre de 2020.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários