Streamers reagem à chegada de Logan Paul ao Twitch
203
Compartilhamentos

Streamers reagem à chegada de Logan Paul ao Twitch

Último Vídeo

Depois de causar desconforto algumas vezes com vídeos no YouTube, Logan Paul resolveu aderir à onda e criou um canal para fazer transmissões ao vivo de suas jogatinas de Fortnite. No entanto, a fama do rapaz o precede – e isso fez com que streamers da comunidade da Twitch dessem suas opiniões a respeito do novo "colega".

Embora alguns, como Summit1g, um dos mais populares da plataforma, concordem que Logan Paul pode levar muita gente que não tinha contato com streaming de jogos e isso pode beneficiar outros streamers já estabelecidos, outros não veem com bons olhos a chegada de Paul.

O principal argumento é que, visto que o youtuber fez tanto para chegar ao ponto de ser demonetizado no YouTube, isso significa que talvez ele também não tenha uma personalidade adequada para a Twitch.

É o caso de Dilligaf, que não economizou nas palavras. "Querido Logan Paul, mantenha esse traseiro tóxico no YouTube. Atenciosamente, todo mundo no Twitch", escreveu o streamer em um tweet.

A preocupação vem num momento muito conveniente, visto que a Twitch mudou recentemente sua política na tentativa de criar um ambiente mais saudável. A plataforma criou novas regras para evitar comportamentos abusivos e tóxicos nas transmissões.

"Criadores são os modelos e líderes das comunidades que eles criam ou fomentam ao seu redor", explica a plataforma. "Criadores devem considerar as consequências de suas ações e de suas colocações para sua audiência; pedimos que vocês falam um esforço de boa-fé para mitigar qualquer outro esforço de algum membro de sua comunidade em insultar outros".

Esse pedido da Twitch veio justamente porque o canal de Logan Paul, embora ainda não tenha nenhuma transmissão, já está ativo, então diversas pessoas estão usando o chat para divulgar mensagens racistas e derrogatórias.

"A Twitch não deve ser usada para incitar, encorajar, promover, facilitar ou organizar condutas de ódio ou abuso, seja dentro ou fora da plataforma. Vamos suspender comunidades, organizações e indivíduos que fizerem isso", declarou a companhia em uma postagem em seu blog.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.