Voxel

Street Fighter IV: a criança quase rejeitada pela Capcom

Último Vídeo

Img_normal
O produtor de Street Fighter IV, Yoshinori Ono, revelou em uma entrevista recente que a Capcom não planejava continuar a série, por considerar o game uma franquia morta, já que não recebia títulos há mais de uma década.

Segundo Yoshinori Ono, a Capcom insistia na ideia de que Street Fighter não dava mais lucro, logo, não valia a pena investir esforço e dinheiro em um novo capítulo da série. Segundo a empresa, seria mais inteligente investir em Resident Evil, por exemplo, por se tratar de uma franquia muito mais rentável. Mesmo sabendo que seria uma tarefa quase impossível, o produtor insistiu junto à companhia para que ao menos pudesse produzir um protótipo do jogo.

Aliado ao apelo de jornalistas e toda uma legião de fãs que se sentia abandonada pela Capcom, Yoshinori Ono recebeu sinal verde para a produção de uma versão de testes. Mesmo assim a tarefa não foi fácil, pois todos os setores da empresa eram desfavoráveis ao projeto. Segundo todos eles, o jogo seria um desperdício total de recursos.

Street Fighter IV foi lançado em 2008 e já vendeu mais de 6 milhões de cópias. Nada mal para uma franquia considerada “morta” pela Capcom.

Fonte: GamesIndustry

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.