Voxel

Sub-Zero e Scorpion se enfrentam no Brasil para divulgar novo MK

Último Vídeo


As pessoas que passaram pela Avenida Paulista na noite da última segunda-feira, dia 25, encontraram um Sub-Zero furioso perguntando sobre a localização de seu rival Scorpion. A ação faz parte de uma campanha da Warner Bros. feita para divulgar o pré-lançamento do último Mortal Kombat, feito para o PlayStation 3 e o Xbox 360.

Os paulistas que não viram Sub-Zero perambulando em uma das principais avenidas de sua cidade, terão outra oportunidade nesta quarta-feira, dia 27, quando o guerreiro gelado irá enfrentar seu rival na Saraiva MegaStore do Shopping Morumbi, em um evento que contará também com a presença do produtor do jogo, Hector Sanchez.

Além da luta entre os personagens, haverá um campeonato do jogo que premiará o vencedor com um PlayStation 3. Quem passar pela loja poderá também comprar a versão brasileira do jogo — que possui legendas em português e custa R$ 200 — um dia antes de seu lançamento oficial, assim como desafiar o produtor do game em uma disputa.

Img_normal
Será possível também comprar o último Mortal Kombat na Fnac Paulista, que organizará o seu próprio campeonato. Além disso, Sanchez deve passar por lá após o combate na Saraiva terminar.

Campeonato de Mortal Kombat na Saraiva MegaStore Morumbi
Data: 27/04
Horário: das 18h00 às 22h00
Local: Saraiva MegaStore Morumbi, Av. Roque Petroni Jr. nº 1.089, Morumbi
Telefone: (11) 5181-7574 / 7901

Campeonato de Mortal Kombat na Fnac Paulista
Data: 27/04
Horário: das 18h00 às 22h00
Local: Fnac Paulista, Av. Paulista, nº 901,
Telefone: (11)2123-2000

As cópias de Manaus

Enquanto isso, a polícia ainda investiga o furto de nove cópias do jogo produzidas na Zona Franca de Manaus. Não se sabe ainda como os discos, encontrados na casa de Orlando Amaral, de 26 anos, saíram da fábrica da Sony DADC (Corporação de Discos de Aúdio Digital, na sigla em inglês), responsável pela fabricação de jogos em Blu-ray no Brasil.

De acordo com o site G1, o jovem — que publicou um vídeo em que jogava o game mais de uma semana antes de seu lançamento mundial — afirmou em um primeiro momento que teria adquirido as cópias com um camelô no centro da cidade. No último depoimento prestado a polícia, entretanto, ele afirmou comprou o jogo com uma pessoa que está sendo atualmente investigada.

Questionada sobre o caso, a Sony DADC afirmou que está realizando uma investigação interna. Imagens de câmeras foram entregues à polícia e já há uma lista de suspeitos que poderiam ter desviado os discos.

A Warner Bros. não comentou sobre o caso.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.