Voxel

Super Mario Galaxy 2: uma segunda opinião do jogo

Último Vídeo

O nosso colega Igor fez a análise de Super Mario Galaxy 2 no TecMundo Games, mas isso não significa que foi apenas uma pessoa da equipe que jogou o excelente título da Nintendo. Eu passei boas horas com o game em mãos e devo dizer que o meu Nintendo Wii nunca foi tão bem utilizado.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR A ANÁLISE

É claro que muitos usuários ficam surpresos ao visualizarem uma nota 100. Mas devemos levar em consideração que o número 100 apenas mostra que o game atingiu os objetivos propostos (neste caso, extremamente ousados) e propiciou um nível espetacular de diversão sem possuir problemas graves em quaisquer recursos técnicos. “Impecável”? Dentro do permitido pelo Wii, sim.

Digno de nota máxima

Supre Mario Galaxy 2 é fenomenal. O título explora o console de sétima geração da Nintendo de uma forma inigualável. Minha opinião sobre os gráficos? Bem, os visuais são fora de série, considerando as limitações da plataforma-alvo. Cores vibrantes, chamativas, entram em sintonia com efeitos muito bem feitos, sem nenhum problema gritante. É um conjunto harmonioso.

Img_original

Sons? Somente a trilha sonora já é o suficiente para atribuir um 100 a este quesito. Os temas revigorados foram consagrados com novas abordagens que despertam uma nostalgia, no mínimo, agradável. Acordes conhecidos — embora reformulados — servem como um ótimo pano de fundo para as ações fantásticas do encanador bigodudo. Quanto a sons e barulhos diversos, nenhuma reclamação.

Minha única constatação negativa é que o Wii não permite que o segundo Super Mario Galaxy seja ainda mais impactante do que já é. Isso vale tanto para os gráficos — baixa resolução, o que arca em “problemas” como bordas serrilhadas — quanto para os comandos (o Nunchuk poderia ser um pouco mais preciso, oferecendo uma flexibilidade ainda maior na movimentação de Mario).

Mas é claro que esses apontamentos são quase uma ofensa para o trabalho árduo dos desenvolvedores. O pessoal da Nintendo fez proezas com o que o console oferece. É só imaginar como o jogo rodaria em uma plataforma que exibisse visuais em alta definição e perceber que o trabalho artístico do game é descomunal.

No mais, maravilhoso

SMG2 é uma lição de design de games. Inverter a gravidade? Procurar atalhos com base nos centros gravitacionais dos corpos celestiais? Misturar 2D com 3D? Alterar curiosamente a perspectiva da câmera? A lista é longa... Mas o que mais impressiona é a maneira com que tudo isso foi apresentado: sem falhas estruturais, acessível e mais que criativa.

Img_original

Se fosse eu o autor da análise? Com certeza, um 100. Não há dúvidas de que é difícil que apareça um jogo tão robusto quanto este no Wii. Na realidade, em qualquer plataforma da geração atual. Todas as grandes produções da atualidade contam com pelo menos uma falha imperdoável, que não deixe que o título em questão receba nota máxima. SMG2 não possui defeitos desse tipo.

Para aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de ver Mario voando pelas novas galáxias da série, meus pêsames. Se você ainda não jogou este game, não faça críticas pesadas, sem argumentos sólidos. Muito menos tente comparar Super Mario Galaxy 2 com títulos completamente diferentes, feitos para outros consoles. O assunto, aqui, é uma fórmula única, capaz de prender a atenção dos jogadores mais críticos por muitas e muitas horas.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.