Voxel

Super Smash Bros. é mais do que um game de luta, afirma criador

Último Vídeo

Img_normal
O criador de Super Smash Bros., Masahiro Sakurai, diz estar mentalmente estafado com o desenvolvimento de um título tão complexo. E isso se deve, justamente, ao direcionamento diferenciado que a Nintendo está dando ao game, visto por seus desenvolvedores como muito mais do que um game de luta.

Para o designer, esse tipo de definição pode ser limitadora, mais pela ideia que os próprios jogadores possuem do gênero do que por restrições da indústria em si. Segundo Sakurai, a maioria das pessoas que joga Super Smash Bros. acreditando ser um game de luta se surpreende ao ver que o jogo é muito mais do que isso. Ele define a franquia com um jogo de ação “battle royale” com quatro jogadores.

O criador afirma que, na hora de começar um título, ele prefere pensar em um conceito e não em um gênero. Assim, as ideias podem passear livremente sem estarem presas a conceitos prévios. É daí, então, que vem a surpresa quando alguém efetivamente experimenta o jogo.

Sakurai já afirmou que o novo Super Smash Bros. quer alcançar todos os fãs da franquia, desde os fanáticos pelo mais técnico Melee até aqueles que preferem a jogabilidade mais simples de Brawl. O game chega pela primeira vez ao Nintendo 3DS, além do Wii U, e será lançado no ano que vem.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.