Take-Two fala de microtransações e diz focar em “players”, não “pagantes”
402
Compartilhamentos

Take-Two fala de microtransações e diz focar em “players”, não “pagantes”

Último Vídeo

A Take-Two segue firme em sua premissa de se concentrar na satisfação dos jogadores a longo prazo, e não no dinheiro deles. Isso vem por uma consequência da competência. Em conferência a investidores realizada recentemente, a empresa disse que tem “grande foco” em publicar “todos os seus jogos”, desde GTARed Dead Redemption 2 até a linha de títulos esportivos.

A opinião da gigante sobre microtransações é enfática: cativar e engajar consumidores. A ideia é deixá-los “empolgados e entretidos”, e isso culmina em receita positiva no final das contas – um ecossistema que se alimenta da satisfação dos “players”, e não dos “pagantes” (termo traduzido de “payers” para rimar). Palavras de Strauss Zelnick, CEO da companhia.

O “tempero secreto”, opina o executivo, é entregar uma “experiência realmente extraordinária” e que as pessoas “amem”. A monetização “vai se cuidar sozinha” se aplicada da maneira correta.

A notícia tem mesma origem nos dizeres do chefão com relação à nova data de Red Dead Redemption 2 (26 de outubro), em que o CEO se diz “confiante” e “entusiasmado” com as férias de fim de ano. Aguardemos.

Qual é a sua visão sobre as microtransações? De que forma essa prática pode ser funcional sem ser agressiva? Reflita aqui embaixo, na seção de comentários.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.