Voxel

Take-Two prefere ser uma empresa independente, apesar de propostas de compra

Último Vídeo

Em entrevista ao site IndustryGamers, o gerente de operações da Take-Two, Karl Slatoff, afirmou que a desenvolvedora é “altamente atrativa” para propostas de compra devido à grande quantidade de franquias consagradas que possui. Ainda assim, porém, o direcionamento da empresa é continuar independente. “Somos fantásticos [dessa forma] e mostramos nossa habilidade no [ramo do] entretenimento.”

Para Slatoff, porém, a Take-Two é uma companhia com grande potencial de atrair investimentos. Segundo o executivo, esse tipo de incentivo pode vir de diversas fontes, desde outras desenvolvedoras, passando por instituições ou até mesmo varejistas. “Assim, continuaremos a investir em nossas franquias. Essa é nossa estratégia”, afirmou.

Img_normalNa opinião da empresa de análises de mercado Wedbush Morgan, o valor das ações da Take-Two na bolsa de valores devem voltar a subir bem em breve. Os papéis haviam estagnado após o aytaso de jogos como The Darkness II e o lançamento de jogos como Duke Nukem Forever que, apesar da grande expectativa, receberam críticas negativas.

A Wedbush concorda com a visão de Slatoff e prevê que a companhia voltará a ganhar valor nos próximos meses. “Das grandes publicadoras, a Take-Two é a que tem menos ‘erros’ em termos de qualidade de jogos nos últimos dois anos”, afirmou a consultoria em relatório.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.