Terceiro trimestre da Sony tem queda nas vendas do PS4, mas há um motivo
769
Compartilhamentos

Terceiro trimestre da Sony tem queda nas vendas do PS4, mas há um motivo

Último Vídeo

Como você deve saber, o ano para nós, consumidores, é um pouco diferente de como as empresas enxergam. A produtoras e grandes companhias de jogos, assim como muitas outras, mensuram os gastos, lucros e prejuízos de determinado período de tempo, como o trimestre. Com a Sony não é diferente, que acaba de avaliar que houve uma pequena queda de vendas nos últimos meses.

Não, a marca por trás do PlayStation não está passando por apertos nem se encontra em uma situação difícil, mas de a receita caiu cerca de 10% no último trimestre, mas o maior prejuízo se comparado ao mesmo período do ano passado é por conta das mudanças e correções monetárias, que criaram uma diferença de US$ 16,7 milhões (R$ 53,4 milhões).

As pessoas estão comprando menos PS4, mas a Sony acredita que é por conta da proximidade do PS4 Pro agora em novembro

Na divisão de consoles, a empresa viu as vendas caírem em 11,3% por conta de baixas vendas de PlayStation 3 e PlayStation 4, mas há um motivo: o PlayStation 4 Pro está quase aí, fazendo com que as pessoas prefiram esperar e comprar o modelo mais parrudo da companhia, sem precisar trocar o modelo convencional tão cedo. No último trimestre, 3,9 milhões de PS4 foram enviados às lojas, um número menor do que o mesmo período do ano passado (cerca de 100 mil a menos).

PlayStation VR

E o PlayStation VR?

Todos os relatórios acima são de dados coletados até o dia 30 de setembro, ou seja, algumas semanas antes do lançamento oficial do PlayStation VR, deixando a Sony apenas com a estimativa de algumas pré-vendas. Porém, sabemos pelos varejistas norte-americanos que, no mínimo, o acessório está vendendo mais do que esperado, mas ainda é cedo para dizer se é um acerto da Sony ou algo que vai empacar nas prateleiras.

Shuhei Yoshida disse em entrevista que o periférico de realidade virtual está focado em atender os “core gamers”, ou seja, os mais ávidos, para só depois alcançar os jogadores casuais (um caminho inverso ao do Wii, em 2006). Será que veremos uma popularização da tecnologia?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.