The Duke: controle original do Xbox volta às lojas em março
282
Compartilhamentos

The Duke: controle original do Xbox volta às lojas em março

Último Vídeo

Quando o primeiro Xbox chegou às lojas, um dos aspectos que mais chamou a atenção nele foi o controle presente em sua caixa. Claramente feito para quem tinha mãos grandes, o aparelho apelidado como “The Duke” logo teve sua produção encerrada pela Microsoft, que o substituiu por uma versão mais compacta e confortável para um maior número de jogadores.

A baixa popularidade do dispositivo da época não significa que ele não tem uma boa quantidade de fãs. Tanto é que Seamus Blackley, considerado por muitos como o criador do acessório, decidiu revivê-lo e trazê-los de volta às lojas — algo que está marcado para acontecer no final de março.

Produzida pela Hyperkin (com o apoio da Microsoft), a nova versão do dispositivo vai chegar aos Estados Unidos pelo preço recomendado de US$ 69,99, valor um pouco mais salgado do que um controle convencional do Xbox. “Eu não conheço muitas marcas que iriam relançar um produto não popular do passado... e Phil [Spencer], acredito que ele entende corretamente que isso manda uma mensagem. Ele entender que isso manda a mensagem do quão sério o Xbox é em relação a seu legado, e a seus fãs”, afirmou Blackley à Eurogamer.

A nova versão do The Duke é um pouco diferente da original: sem as entradas para cartões de memória, o dispositivo vai trazer um cabo USB que permite usá-lo no Xbox One e no PC. Além disso, o dispositivo ganhou a adição de dois pequenos botões superior de forma a permitir que ele seja usado confortavelmente em games atuais.

The Duke

Além disso, uma nova tela OLED abaixo da “joia” central faz com que a animação que rolava sempre que o Xbox era ligado seja exibida. Segundo Blackley, esse é um recurso que ele desejava desde que a versão original foi lançada, mas não era muito viável naquela época. E você, o que achou da volta do “The Duke”? Compartilhe sua opinião com a gente na seção de comentários.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.