The Evil Within 2: temos uma imperdível galeria de imagens com informações
109
Compartilhamentos

The Evil Within 2: temos uma imperdível galeria de imagens com informações

Último Vídeo

Suprassumo do terror em 2014, The Evil Within conquistou um nobre espaço no gênero e estufou o peito para uma sequência, lançada no último dia 13 ao PS4, Xbox One e PC. Uma sexta-feira 13, aliás. Data melhor não poderia haver.

O Voxel já está com o jogo em mãos para a análise, que ficará a cargo deste humilde redator que vos escreve. Enquanto ela não chega, um breve aquecimento a essa ode ao horror é mais do que necessário – até porque a continuação já está se mostrando bem diferente do anterior em vários aspectos, incluindo ritmo de narrativa e mecânicas de gameplay.

A Bethesda enviou ao Voxel, com exclusividade, uma galeria de 13 imagens contendo explicações sobre o lore do jogo e sobre um Sebastian Castellanos (o protagonista) bem diferente daquele do primeiro game. Agora, um homem renegado, mergulhado em inúmeros problemas, entregue ao álcool, desiludido e "justiceiro", seguindo suas próprias convicções para salvar a vida da filha.

Embarque nessa jornada com a gente:

  • Sebastian Castellanos é um detetive e policial que sofre com depressão e com os fantasmas do passado. É um pai amável com forte ligação à família e que se percebe sozinho quando sua esposa o deixa após a trágica morte da filha de cinco anos, Lily. Desiludido e atormentado pelos horrores do passado, o ex-agente recorreu ao álcool para tentar afogar as mágoas.

Evil2"O detetive"

Evil3"Você não conseguiu salvá-la"

  • Quando Sebastian descobre que sua filha está viva, se prepara para fazer tudo a fim de encontrá-la. Como resultado, o Sebastian que vemos em The Evil Within 2 é dramaticamente diferente do que o Sebastian da primeira aventura. Ele não é mais um homem preso no pesadelo de outra pessoa, e sim um pai determinado a encarar as piores criaturas para resgatar sua filha, que representa sua única razão de viver. Sebastian vai ao STEM mais uma vez – dessa vez completamente ciente dos horrores que o aguardam – para o caso mais importante de sua vida.

Evil4"Onde ela está?"

  • O tempo é crucial para Sebastian; esse novo mundo da STEM é construído usando a mente de Lily como núcleo, e ela desapareceu dentro do sistema. Sem um núcleo estável, o mundo entra em colapso, e ele precisa encontrá-la antes que tudo desmorone completamente, prendendo os dois lá dentro.

Evil5"Eu tive um sonho muito triste"

  • Sebastian não está sozinho nesse pesadelo. Durante sua exploração pela Union, ele encontra agentes da Mobius que foram enviados anteriormente e que podem ou não se transformar em aliados.

Evil13"Amigos e inimigos"

Evil6"Um rosto familiar"

Evil7"Aliados"

  • Esses agentes podem ajudar ou enganar o ex-detetive em sua busca por redenção. Apesar de sua relutância, Sebastian precisará trabalhar com eles para acessar side quests em novas áreas que são essenciais ao seu progresso, e os agentes podem lutar ao lado dele em vários momentos dentro da STEM. Eles podem oferecer informações preciosas sobre a criação da Union e sua descida ao inferno.

Evil8"Você é de confiança?"

Evil9"Ele é de confiança?"

  • Mobius, a misteriosa organização por trás da STEM, tem seu próprio objetivo. E não está claro o que é. O que fica evidente é que não se deve confiar neles. Mas, num pesadelo lotado de monstros, Sebastian não tem muita escolha.

Evil14"A qualquer momento agora"

Evil10"Mostrando o caminho numa nova era"

  • Mas veja só: os monstros que espreitam, assombram e caçam Sebastian podem ser o menor dos problemas. Forças poderosas tentam tomar o controle de Union, e com a habilidade de moldar o mundo ao redor delas, essas forças vão se certificar de que Sebastian fique de bico calado.

Evil11"Aqui novamente"

Evil12"Olhando com atenção"

Relembre nossa análise do primeiro

Para conferir o veredito de The Evil Within, clique aqui. The Evil Within 2 está atualmente disponível para PS4, Xbox One e PC. A análise será postada ainda esta semana.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.