Voxel

The Last Guardian respira: Fumito Ueda fala sobre o game e as outras franquias

Último Vídeo

Img_normal

Dizem que os gênios são incompreendidos. Talvez Fumito Ueda se enquadre no conceito, pois o criador é um dos poucos artistas que conseguem aproximar games ao conceito de arte. Suas duas obras-primas Ico e Shadow of the Colossus são prova disso. E The Last Guardian, bem... A esperança para que o jogo saia do forno é a última que morre.

Em entrevista à Famitsu, Ueda ponderou sobre seus jogos e disse como embutiu sentimentos às criações. “Acho que é porque eu peguei aquilo que pensei querer jogar, que pensei que seria divertido, e tornei isso em algo tão sério que combinou com esse sentimento. Pode parecer fácil, mas é difícil porque existem certas coisas que alguém, como criador, não consegue controlar”, refletiu.

O criador elogiou também a equipe que trabalhou com ele no desenvolvimento dos jogos e o ambiente de trabalho. “Fui abençoado com um ambiente no qual pude fazer jogos como esses. Eu e todos do time acreditávamos nisso em vez de algo que fosse consumido em algumas semanas. Queríamos ter um jogo que realmente ficasse na mente das pessoas”, ponderou.

Img_normal

Ueda mencionou o êxito mundial The Last of Us e espera que The Last Guardian siga uma linha de narrativa similar. O criador tentou explicar de que forma essa relação entre dois personagens companheiros encanta as pessoas. “Acho que as pessoas estão mais acostumadas a criar histórias que lidem com esses personagens que são companheiros se fizermos um comparativo com Ico. Ellie [a garota escoltada por Joel em The Last of Us] interpreta um papel orientado pelo jogo, é claro, mas em termos de histórias de jogos focadas na maneira como o enredo é contado, acho que eles [Naughty Dog] fizeram um trabalho realmente detalhado. Estamos trabalhando para que The Last Guardian funcione de maneira semelhante”, cravou.

Antes que nossos “medos” pressuponham que seu próximo game tenha sido cancelado, ele tratou de tranquilizar a comunidade, mas a espera ainda deve ser longa. “O jogo está em desenvolvimento. A Sony do Japão está trabalhando em títulos como Puppeteer e Knack, e eles têm prioridade nesse momento”, adiantou.

Bem, pelo menos sabemos que The Last Guardian ainda existe.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.