Voxel

The Order: 1886 é baseado em história real sobre uma sociedade secreta!

Último Vídeo

The Order: 1886 tem ganho várias informações interessantes sobre o seu (riquíssimo) background. O contexto histórico do game vai misturar ficção e realidade de uma forma inteligente e plausível dentro da proposta de jogo. O vídeo acima mostra um conteúdo inédito e até mesmo “perigoso”: o título da Ready at Dawn será baseado numa sociedade secreta real que existiu na Londres Vitoriana!

O site dessa “realidade alternativa” é o The Order Exposed, em que diversos materiais – em forma de “pistas” – têm surgido para que os fãs desvendem enigmas e decifrem mensagens que constroem o mundo de jogo.

O blog fictício da desenvolvedora também divulgou algumas imagens quentinhas para que os internautas possam refletir. A primeira delas é uma besta que reproduz um dos principais itens do arsenal de Galahad no jogo. A “flecha” aparece logo abaixo. Vejam só o material dessa monstruosidadezinha:

“Um dos maiores itens que pegamos do complexo da Ordem… Besta e munições em perfeita condição. Achamos outras coisas também, como vocês podem conferir no vídeo que finalmente postei. Preciso fazer isso e arcar com as consequências. Hoje, mais tarde”, diz a descrição.

O outro material é um jornal dizendo como funciona a Blackwater. “Também encontrei uma página de jornal e ela detalha como funciona a Blackwater. Ouvi incríveis história sobre essa ‘Blackwater’. Alguns dizem que há um cálice com um líquido que cura os cavaleiros machucados. Ouvi dizer também que [esse líquido] prolonga a vida humana. Assim dizem as minhas fontes, embora eu ache difícil aceitar essas teorias”, descreve o site.

O título ganhou também um comercial de TV:

Bem, uma coisa é certa: a Sony realmente está beirando a criatividade para fazer do marketing de The Order: 1886 um dos mais criativos dos últimos tempos. Que venham mais materiais assim.

O título será lançado exclusivamente para PlayStation 4 no dia 20 deste mês.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.