The Witcher 3: Wild Hunt foi adiado para corrigir erros, diz produtora

The Witcher 3: Wild Hunt foi adiado para corrigir erros, diz produtora

Último Vídeo

Para decepção de alguns, no início do mês de dezembro a produtora CD Projekt Red anunciou que The Witcher 3: Wild Hunt seria adiado para 19 de maio. Se você estava no grupo daqueles que se perguntavam o motivo que levou o estúdio a fazer isso, eis a resposta: correção de erros. 

“Estamos eliminando os últimos erros e fazendo otimizações em várias áreas. Com isso, teremos um jogo mais fluido e uma experiência melhor. E sim, o jogo está melhor em todas as plataformas”, explicou Marcin Iwinski, diretor-executivo da CD Projekt Red, ao site Nerdacy. 

Outro ponto mencionado por ele é que o conteúdo do jogo já está fechado, portanto não haverá mudanças nesse quesito. Ainda no que diz respeito ao que veremos no game, o executivo ressaltou que o que os jogadores vão encontrar por aqui será capaz de mantê-los ocupados por semanas.

Um novo ponto de vista 

Ainda no mesmo bate-papo, Iwinski comentou um pouco sobre Ciri, a nova personagem jogável que integra a trama que os jogadores vão acompanhar em The Witcher 3: Wild Hunt. 

Segundo o executivo, ela é uma espécie de arma viva que todos querem possuir. Ciri carrega o poder que é a chave para parar o Wild Hunt, mas tem os seus próprios problemas para resolver e, por conta disso, não se deixará ser controlada por ninguém. 

“Decidimos introduzi-la como personagem controlável porque ela adiciona muito à narrativa e oferece aos jogadores uma perspectiva única da história. Geralt ainda é o personagem a ser controlado na maior parte do tempo, e adicioná-la permitirá que os jogadores vejam partes da história sob a perspectiva dela, fazendo desses eventos ainda mais pessoais”, explicou o chefe da CD Projekt RED. 

The Witcher 3: Wild Hunt está em desenvolvimento para PC, PlayStation 4 e Xbox One.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.