Voxel

Titanfall: bastidores revelam atritos entre criadores e rivalidade com Call of Duty

Equipe Voxel
Último Vídeo

Titanfall é um dos jogos mais esperados da próxima geração, mas ele já nasce cercado de muita polêmica. Primeiro, pela concorrência de Call of Duty e outros jogos de tiro; segundo, pelas brigas nos bastidores envolvendo os criadores do projeto.

Acompanhe a história: Vince Zampella e Jason West trabalhavam juntos há 15 anos, na Activision, quando saíram brigados com a desenvolvedora. Eles eram os líderes por trás da subsidiária Infinity Ward, que desenvolveu alguns jogos da série Call of Duty, e passaram para a Respawn, de Titanfall.

O problema é que West demitiu-se dessa nova empreitada após brigar com o parceiro e se mudar para outra cidade. Fontes diziam que ele mal aparecia no escritório quando o game estava em finalização – e Zampella, agora o único gerente, passou a acreditar que o colega estava sabotando a companhia. Essas picuinhas, entretanto, não devem refletir no desempenho do jogo.

Concorrência

Sobre o mercado de FPS, Zampella afirma que a ideia não é concorrer diretamente contra a franquia Call of Duty – e ele aproveitou ainda para explicar a ausência de um modo single-player. O argumento convence: o estúdio é pequeno e desenvolver missões para um jogador tomaria tempo demais, sendo que o mais popular seriam as disputas entre várias pessoas. Ainda assim, o estilo do game permite que uma história seja contada aos poucos.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.