Voxel

Titanfall: game virou exclusivo ao aderir à computação na nuvem da Microsoft

Último Vídeo


Encerrando a conferência da Microsoft na E3 2013, Titanfall ganhou aplausos ao impressionar o público com belos visuais e uma proposta online genial. Agora, Vince Zampella, gerente geral da Respawn Entertainment, relatou que essa questão da computação na nuvem não era uma decisão que existia desde o começo.

Em entrevista com o site IGN, Zampella comentou que no dia em que anunciou o novo estúdio, a Microsoft ofereceu um kit de desenvolvimento. No começo, a equipe trabalhava com a Source Engine, visando criar algo para os consoles de próxima geração. Logo, a companhia recebeu apoio da EA, mas o projeto permanecia nos trilhos que foram traçados previamente.

A exclusividade para os produtos da Microsoft só foi definida depois que a desenvolvedora começou a ver as vantagens da computação na nuvem do Windows 8 — a mesma infraestrutura que seria usada no Xbox One. Segundo o relato, esse recurso possibilitou que a equipe pensasse diferente.

Img_normal
Talvez os recursos online de Titanfall não garantam a interação entre diferentes plataformas, mas é certo que o poderio online da Microsoft vai garantir excelentes resultados para o game. Zampella comenta que os servidores dedicados vão possibilitar simular um sistema de inteligência artificial mais realista, oferecendo melhorias no single e no multiplayer.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.