Voxel
11
Compartilhamentos

Trabalhos da nova Kojima Productions não devem se limitar a jogos [vídeo]

Último Vídeo

Agora que Hideo Kojima não faz mais parte do quadro de funcionários da Konami, ele está livre para comparecer a premiações e para dar entrevistar falando sobre o futuro de sua nova Kojima Productions. Em uma entrevista concedida ao site IGN, ele esclareceu que seu novo estúdio não deve se focar somente em jogos e também planeja criar animações e até mesmo filmes tradicionais.

Segundo Kojima, ele pretende fazer algo “que as pessoas esperam, mas ao mesmo tempo oferecer algo novo que não foi visto antes”, explicou. “O foco é em conteúdo digital, então podemos considerar filmes, animações, qualquer coisa”, complementou Kojima.

“Mas antes eu acredito que as pessoas esperam que eu faça games. É aí que pretendo colocar meu foco. Assim que tivermos uma propriedade intelectual estabelecida em jogos, algo que seja sólido e satisfaça as pessoas, então podemos considerar a produção de filmes e vídeos”, explicou o desenvolvedor conhecido pelo trabalho na série Metal Gear.

Ele também explicou que o estúdio não decidiu ainda qual engine gráfica vai usar e ainda está cogitando se vale a pena criar uma tecnologia nova ou usar alguma opção já disponível no mercado. No entanto, ele deixa claro que seu objetivo é explorar um novo território e desenvolver ideias que não eram possíveis no passado.

Dando os primeiros passos

Durante a entrevista, Kojima deixou claro que seu novo estúdio ainda está dando os primeiros passos e atualmente sequer tem uma sede. “Primeiro temos que encontrar um escritório, juntar a mão de obra. Penso em procurar lugares aqui em Tóquio, algo não muito grande, penso em uma escala menor com não muitas pessoas focadas inicialmente no desenvolvimento de jogos”.

Segundo ele, a estrutura mais enxuta da nova Kojima Productions deve priorizar a agilidade no desenvolvimento de projetos. Entre os primeiros funcionários do novo estúdio estão o produtor Ken Imaizumi e o artista Yoji Shinkawa, que também faziam parte da Konami até recentemente.

A relação com a Sony

O diretor também explica os motivos pelos quais optou pela Sony como parceira, embora diversas propostas tenham surgido ao redor do mundo. “É graças à Sony que eu consegui fazer barulho no mercado global. Já faz mais de 10 anos desde então e nossa relação de trabalho com as pessoas de lá e nós combinamos bem. As pessoas da Sony são amigáveis comigo e eu trabalho bem com elas.”, explicou.

“Tive ofertas de muitas companhias diferentes, mas com a Sony cheguei ao ponto em que conheço essas pessoas, temos familiaridade. Sinto que esse é um ambiente em que vou conseguir fazer algo me sentindo confortável, e acredito que isso é algo de que preciso no momento”, complementou Kojima.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.