Trailer de Hatred extrapola os limites do politicamente correto [+18]

Trailer de Hatred extrapola os limites do politicamente correto [+18]

Último Vídeo

Logo no início do trailer do gameplay de Hatred podemos conferir a seguinte mensagem: “Pode não ser recomendado para crianças”. Entretanto, depois de assistirmos ao vídeo inteiro, podemos dizer que com certeza ele não é recomendado para crianças. São aproximadamente 60 segundos de pura violência gratuita e desenfreada.

Basicamente, o jogo Hatred trata-se de um simulador de genocídio. Isso mesmo. O objetivo do protagonista é assassinar o maior número de pessoas inocentes que conseguir. Tudo isso de maneira brutal e sem nenhum motivo aparente.

Apesar de curto, podemos analisar diversos pontos importantes no trailer. Logo no início, assistimos o protagonista, que mais parece ter saído do filme O Corvo, escolhendo suas armas. Depois disso, ao colocar os pés para fora de casa, começa a atirar nas pessoas que passam pela rua.

Com uma visão isométrica à la Diablo, é possível dar uma conferida em todos os detalhes do cenário. Apesar da câmera aérea, cenas cinematográficas em close de assassinatos também estão presentes, assim como acontece no game Manhunt.

O visual do jogo lembra bastante o filme o filme “Sin City”, inspirado na HQ de Frank Miller, no qual o preto e branco é invadido pelas cores fortes de sangue e luzes. O site do game recomenda que os jogadores não tentem imitar o jogo na vida real. Abaixo você pode conferir uma galeria com imagens oficiais do título:

As motivações do estúdio independente Destructive Creations para criar um jogo com uma atmosfera tão negra é contrariar a tendência de títulos “policamente corretos”, e pelo jeito já estão conseguindo causar bastante impacto. Hatred está previsto para o segundo quarto de 2015 e deve ser lançado apenas no PC.

Reações de repúdio

Tão logo o trailer foi liberado, milhares de jogadores se mostraram contrários à proposta "desnecessária" do título, que mais presta um desserviço à comunidade gamer do que funciona como uma peça de entretenimento. Como você pode conferir abaixo nos comentários, o pensamento da maioria dos jogadores é o mesmo: "não vimos necessidade nenhuma para que esse jogo exista".

Em nota oficial, a Epic solicitou que o logo da Unreal Engine, que aparece no trailer, seja removido."Este vídeo está usando a logo da Unreal Engine 4 sem a permissão da Epic e nós já solicitamos aos produtores que removam-no o mais breve possível", detalhou a empresa. A Destructive Creations, em nota, informou também que vai atender a solicitação da Epic.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.