Ubi responde polêmica de microtransações de For Honor e irrita mais os fãs

Ubi responde polêmica de microtransações de For Honor e irrita mais os fãs

Último Vídeo

For Honor teve um lançamento bem-sucedido e conquistou fãs do mundo inteiro. Nem tudo são flores, no entanto: os itens comprados dentro do jogo, com a moeda virtual, têm gerado reclamações por serem muito caros. Skins, emotes e outros cosméticos requerem muito Steel, a moeda do game.

A polêmica foi realçada após um usuário do Reddit botar a conta na ponta do lápis (daquilo que o jogador ganha como recompensa e no que pode gastar) e descobrir que levaria anos para conseguir tudo que o jogo oferece sem gastar dinheiro de verdade. Caso o jogador opte por desembolsar as quantias pedidas, um montante de US$ 700 (cerca de R$ 2.240 na atual cotação do dólar) é necessário para ter tudo da loja virtual.

Resposta da Ubi

A resposta da Ubisoft para isso não rebateu de maneira positiva. “Em World of Warcraft, você nunca tentaria desbloquear tudo para todos os personagens do jogo inteiro. (...) Nunca tivemos a intenção de que você desbloqueasse tudo do jogo”, afirmou Damien Kieken, diretor do jogo, em retorno à controvérsia.

O executivo foi adiante e disse que, antes do lançamento, a desenvolvedora “esperava que a maioria dos jogadores jogasse com apenas um para três personagens”. “Foi concebido assim. Os itens cosméticos são, para nós, conteúdos da versão final: coisas que queremos que você desbloqueie após jogar por várias semanas”, concluiu.

No Reddit, os jogadores se dividem em respostas ponderadas e acaloradas. O que você achou desse posicionamento do diretor? Comente aqui embaixo. Confira nossa análise de For Honor, atualmente disponível para PlayStation 4, Xbox One e PC, clicando aqui.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.