Voxel

Ubisoft cogita modo cooperativo para sequência de Assassin’s Creed 3

Último Vídeo

Img_normal
Assassin’s Creed 3 acabou de chegar aos consoles e a Ubisoft já pensa em uma forma de dar continuidade à história. Menos de um mês depois do lançamento, as intenções de uma possível sequência foram descobertas por meio de uma suposta enquete sobre a opinião do público sobre este terceiro capítulo. O ponto é que, além de medir os índices de satisfação, a pesquisa dava indícios sobre novos jogos e as possíveis novidades guardadas para eles.

Como levantado pelo site The Gaming Liberty, uma das questões envolvia exatamente o interesse do jogador em conferir um novo título da franquia no já próximo ano. Como é de se esperar, isso deu origem a rumores relacionados sobre uma possível nova trilogia, assim como aconteceu com Ezio em Assassin's Creed 2 e suas continuações, Brotherhood e Revelations.

No entanto, o ponto mais interessante — e intrigante — estava em uma das possibilidades desta provável sequência. Juntamente com várias outros tópicos, a Ubisoft levanta a hipótese de termos um segundo assassino controlado por outro jogador para dar suporte durante a campanha.

Img_normal
Com isso, mais do que simplesmente adicionar um modo cooperativo à trama principal da série, o estúdio também planejaria inserir um sistema de drop-in/drop-out para que esse personagem extra pudesse entrar e sair da partida a qualquer momento da partida.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que a possibilidade de Assassin’s Creed ganhar uma modalidade para dois jogadores na campanha central. Em 2010, logo após o lançamento de Brotherhood, outra pesquisa levantou a hipótese, a qual nunca saiu do papel.

Além dessa possível adição, a enquete ainda lista outras opções, como:

  • Jogar novamente com Connor;
  • Um novo protagonista moderno;
  • Um novo período histórico com outro assassino;
  • Criar e personalizar seu próprio assassino;
  • Área selvagem maior para ser explorada — ou seja, mais mapas semelhantes à Fronteira;
  • Áreas submarinas — algo já introduzido em AC3: Liberation;
  • Poder jogar com um templário;
  • Estender a jogabilidade a tablets e dispositivos móveis;
  • Usar tablets e smartphones como tela adicional — aproveitando as funcionalidades do Wii U, SmartGlass e do Vita.

Será possível? (Atenção, spoilers!)

Como mencionado anteriormente, o fato de a Ubisoft levantar a possibilidade de adicionar um modo cooperativo não significa que veremos dois assassinos atuando simultaneamente no ano que vem, uma vez que a ideia não é nova. O problema é que, se ela for realmente aprovada, como será feita? É difícil imaginar como dois jogadores podem trabalhar em conjunto em um mundo tão aberto quanto o de Assassin’s Creed sem prejudicar a essência da franquia e sua jogabilidade.

Img_normal

No entanto, a principal questão não está no recurso, mas na existência de uma possível sequência para Assassin’s Creed 3. Embora o estúdio não tenha deixado claro que o game de 2013 seja uma continuação para a saga de Connor, as experiências com Brotherhood e Revelations nos fazem duvidar de que a empresa vai apostar em um quarto capítulo tão cedo, preferindo estender a trama do herói nativo-americano.

O problema é que o enredo de AC3 simplesmente não permite isso. Quem terminou o game sabe que a saga do herói se fecha e que não há como continuá-la sem criar soluções forçadas, seja no presente ou no passado. A única grande alternativa é dar continuidade a Connor sem depender de Desmond — o que seria a oportunidade perfeita para se focar apenas nos eventos históricos.

Fonte: Polygon, The Gaming Liberty

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.