Valor da EA caiu em US$ 3 bilhões após Star Wars Battlefront II
828
Compartilhamentos

Valor da EA caiu em US$ 3 bilhões após Star Wars Battlefront II

Último Vídeo

Nem mesmo a parceria com a Disney conseguiu fazer com que a Electronic Arts conseguisse lucrar com o universo Star Wars. Segundo a CNBC, a controvérsia e as críticas geradas pelas microtransações de Battlefront II fizeram com que o valor das ações da publicadora se desvalorizassem, reduzindo seu valor de mercado em US$ 3 bilhões.

Battlefront 2

Desde o começo de novembro, as ações da companhia sofreram redução de 8,5% em seu preço, enquanto concorrentes como Take-Two e Activision tiveram uma ligeira valorização — 5% e 0,7%, respectivamente. A situação não é calamitosa para a EA, que aumentou em 39% seu valor em 2017, mas mostra que a companhia pode ser forçada a seguir um caminho distinto no futuro.

Além de as vendas do título terem sido menores que a do primeiro Battlefront, as críticas relacionadas às caixas de loot e as microtransações dominam as conversas relacionadas ao game. No entanto, o CFO Blake Jorgensen declarou recentemente que a empresa não pretende mudar suas estratégias e que foi a busca por “realismo” que fez a companhia optar por caixas de loot com créditos e Star Cards em vez de apostar em um modelo que vendesse itens cosméticos sem impacto na jogabilidade.

Battlefront 2Você teria problemas com um Darth Vader rosa?

“A coisa em que estamos muito focados e em que eles [a Disney] também estão extremamente focados é em não violar o cânone de Star Wars”, explicou o executivo. “É uma marca impressionante que foi construída durante muitos, muitos anos, e se fizermos um monte de coisas estéticas podemos começar a quebrar o cânone, certo? Darth Vader de branco provavelmente não faz sentido, em vez de usando preto. Isso sem mencionar que você não o quer usando rosa. Nenhuma ofensa ao rosa, mas eu não acho que isso é certo no cânone”.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.