Voxel
03
Compartilhamentos

Valve: Steam em celulares, single player garantido e relação com varejo

Último Vídeo

Após permitir que os usuários do Steam possam se comunicar com jogadores na PSN, a Valve planeja ir além. Isso porque a companhia afirmou em entrevista ao site MCV que está estudando a possibilidade de estender seus serviços também para celulares.

Segundo a companhia, eles já estão consideravelmente atrasados em oferecer esse tipo de conexão com os sistemas Android e iOS. Para o vice-presidente de marketing, Doug Lombardi, essa ligação já está sendo estudada e a vontade de desenvolver essa possibilidade apenas cresce à medida que as pessoas pedem por isso.

Por outro lado, nada foi comentado sobre o que esperar dessa conectividade entre dispositivos móveis e Steam. De acordo com Jason Holtman, um dos diretores da empresa, ainda é muito cedo para termos algo definitivo – ou seja, só nos resta esperar por novidades.

Novos recursos, mas sem abandonar os velhos

Enquanto os aplicativos para celulares não são lançados, a Valve comentou um pouco mais sobre seus próximos lançamentos – especificamente sobre os boatos de que Portal 2 seria seu último título com campanha single player. Segundo Gabe Newell, um dos chefes da companhia, eles não irão desistir do single player.

Img_normal
Newell reforçou que tudo não passou de um mal entendido e que o significado real da declaração anterior é de que não serão desenvolvidos jogos sem multiplayer. Ele acredita que a experiência social é algo que deve ser valorizado e isso não deve ser abandonado.

Em compensação, um dos chefões da Valve afirmou que haverá esforços para oferecer uma integração maior entre títulos futuros com componentes sociais – algo semelhante ao aplicativo lançado para iPhone que trazia informações sobre a história de GLaDOS.

Steam e as vendas físicas de jogos

Há algum tempo, várias lojas reclamaram que o serviço de distribuição digital da Valve prejudicava o comércio físico de jogos por conta de seus preços reduzidos. Porém, a empresa parece ter uma opinião contrária.

Em entrevista ao site MCV, Jason Holtman, disse que o Steam é bom para o varejo, pois ele permitiu uma popularização dos PCs como plataforma de jogo. Se os vendedores têm vários títulos em seu estoque, é porque eles fizeram sucesso. Ainda que muitos usuários prefiram comprar digitalmente, ainda há aqueles que vão optar pela caixinha.


Além disso, relembra Holtman, nem todo mundo possui um cartão de crédito. Se um lançamento faz sucesso e todos comentam, mais pessoas irão às lojas procurar a versão física do título – mesmo ele sendo vendido mais barato na internet.

Com isso em mente, o gerente declarou que deseja oferecer mais jogos pelo Steam, principalmente aqueles desenvolvidos por estúdios independentes. De acordo com entrevista cedida ao site Develop, o serviço já conta com mais de 1700 títulos.

Por outro lado, ele se mostra consciente quanto a uma possível inundação de lançamentos. Ele contou que de nada adiante a empresa dizer que possui 5 mil games em sua biblioteca, sendo que nenhum recebe a devida atenção e muitos morrem sufocados. Segundo Holtman, a Valve promove somente aquilo que possui alguma chance de sucesso.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.