Valve volta atrás e polêmico Hatred está de volta ao Steam

Valve volta atrás e polêmico Hatred está de volta ao Steam

Último Vídeo

A novela em torno do jogo indie Hatred está tão polêmica quanto a própria proposta do game. Um dia depois de retirar o projeto do Steam Greenlight e negar apoio e divulgação à Destructive Creations, a Valve voltou atrás e devolveu a página ao game.

Quem tomou a decisão final foi o próprio cofundador e diretor de desenvolvimento da Valve, o cultuado Gabe Newell. Ele enviou um email à desenvolvedora polonesa dizendo que ficou sabendo do ocorrido e que não achou a decisão correta — ou seja, alguém levou uma bronca bastante considerável do chefe. Abaixo, confira na íntegra a mensagem, postada em inglês na página do Facebook da Destructive Creations, que exibiu o recado com orgulho.

"Oi, Jaroslaw. Ontem, eu ouvi que estávamos tirando Hatred do Steam Greenlight. Por eu não estar atualizado, perguntei internamente para descobrir por que nós fizemos isso. Acontece que aquela não foi uma boa decisão, e colocaremos Hatred de volta. Minhas desculpas a você e à equipe. O Steam é sobre criar ferramentas para criadores de conteúdo e consumidores. Boa sorte com o seu jogo. Gabe".

Ainda assim, a polêmica em torno do jogo de extrema violência está longe de acabar: discussões na página envolvem fãs que desejam experimentar o projeto e gamers que acham que ele deve ser banido novamente. Toda essa história só ajudou a popularizar ainda mais o projeto — só não se sabe ainda se essa publicidade será positiva.

Você pode acessar a página de Hatred no Steam Greenlight por este link.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.