Voxel
22
Compartilhamentos

Versões de The Witcher 3 podem ter diferenças gráficas, mas nada significativo

Último Vídeo

Img_normal
A nova geração nem chegou e já tem gente preocupada em saber se a versão de determinado jogo multiplataforma vai ficar mais bonita em um console do que em outro. Afinal, por que esperar o lançamento dos consoles para pensar nisso?

Questionado pelo site Gaming Bolt sobre a possibilidade de The Witcher 3: Wild Hunt trazer diferenças visuais entre as edições para PlayStation 4 e Xbox One, o level designer sênior da CD Projekt Red explicou que realmente teremos particularidades em cada plataforma.

Segundo Peter Gelencser, as diferenças de hardware farão com que o resultado obtido em cada console seja único, mas que isso não vai afetar a experiência de modo geral. Para ele, trata-se apenas de pontos específicos de desempenho — ou seja, nada fora do normal.

No entanto, ao contrário do que muita gente esperava, essa variação não será fruto da diferença de memória usada no PlayStation 4 e Xbox One. Isso porque, durante a última E3, o artista de ambientes de The Witcher 3, Jonas Mattson, afirmou que o uso da GDDR5 extra disponível no sistema da Sony poderia não ser necessário para concluir o desenvolvimento do jogo.

Mas isso realmente importa?

É claro que sempre tem quem vai se importar com detalhes, mas como Galencser destacou, a experiência de The Witcher 3 vai ser exatamente a mesma em qualquer plataforma. E isso foi destacado pelo roteirista do jogo, Jakub Szamalek em entrevista ao site PC Gamer.

Img_normal
Segundo ele, o grande foco do jogo é exatamente a exploração e a liberdade para conhecer aquele mundo. Tanto que você pode simplesmente abandonar sua missão a qualquer momento e rumar para outro lugar, deixando claro que linearidade é algo que não existe no título.

Para Szamalek, o trunfo de The Witcher 3 é que a história de The Witcher 3 permite essa estrutura mais abrangente que dá ao jogador muito mais possibilidades de interação.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.