Voxel

Vida longa ao PlayStation 3!

Último Vídeo

A nova geração de consoles já chegou. O PlayStation 4 já desembarcou nas casas dos primeiros entusiastas e muitos já passaram horas curtindo os novos títulos. Mas e quanto ao PlayStation 3? Será que a sétima geração oficialmente chegou ao fim? Se depender da Sony, não.

A empresa afirma que não tem intenção em descontinuar o suporte ao PS3 tão cedo. Quem comentou o assunto foi John Koller, vice presidente de marketing de produto da Sony, em uma entrevista ao Polygon. Segundo o executivo, o console terá suporte completo ainda por muitos anos, incluindo títulos first party exclusivos e manutenção da PS Network.

O interessante é que basta olharmos para o passado para ver que a Sony não está mentindo: a empresa estendeu a vida útil do Playstation 2 por muitos anos após o lançamento de seu sucessor. O console recebeu inúmeros títulos incríveis e teve seu preço reduzido drasticamente após a chegada do PS3, algo que certamente deve se repetir, segundo Koller:

“O plano de suporte para o PS3 é muito similar ao que nós fizemos com o PlayStation 2, em que nós acreditamos que os consoles têm vidas longas, e desde que o conteúdo continue vindo para o sistema, então nós vamos continuar a apoiá-lo. É o combustível do motor. E há um bocado de conteúdo que ainda está vindo para o PS3”.
 

Muito desse conteúdo a que Koller se refere deve vir de terceiros, já que essas empresas costumam permanecer nos consoles de geração passada por mais tempo. Em parte porque a plataforma já está bem estabelecida e com uma boa base de jogadores e também porque os desenvolvedores possuem mais facilidade em criar jogos para o sistema.

Além disso, muitos games indies como Fez, Hohokum e Helldivers devem desembarcar na loja digital do PlayStation 3 em breve. Para completar, a Sony também garante exclusivos first party para o console. Um exemplo disso é o aclamado Gran Turismo 6, que chega em breve para a plataforma.

Mercados em expansão

Em termos de mercado é extremamente inteligente para a Sony prolongar a vida útil do PlayStation 3. A plataforma já atingiu a maturidade e possui uma biblioteca incrivelmente grande, base que deve aumentar ainda mais com a diminuição de preço que o console deve receber nos próximos meses.

John Koller garante que a estratégia da Sony é sempre ficar do lado dos jogadores e, quando a empresa busca por oportunidades no mercado, sempre se pergunta “que tipo de jogador pode apreciar esta ideia em especial”. Sabendo disso, ela percebe que sempre existem jogadores entrando tarde na geração, e que tipo de jogo essa pessoa poderia apreciar.

O executivo afirma que existe um grupo que já aproveitou tudo o que o PlayStation 3 tem a oferecer e a maioria desses “early adopters” provavelmente já embarcou na nova geração, e não é esse tipo de público que a Sony mira ao procurar expandir a vida do PS3. O foco da empresa é tanto demográfico quanto regional e, para isso, ela pretende explorar regiões em que o console ainda não se desenvolveu completamente, como a América Latina.

De acordo com a Koller, o mercado de Games na região cresceu exponencialmente nos últimos anos e praticamente alcançou mercados grandes como os Estados Unidos e o Canadá. Ele acredita que a região já tem um mercado de games mais maduro que na época do PlayStation 2 e que ainda tem boas oportunidades para o PS3.

Falando em questões demográficas, Existe um tipo de jogador que a Sony categoriza entre os jogadores “casuais” e “hardcore”. Tratam-se daqueles que tinham o costume de acompanhar sempre os últimos lançamentos, mas por algum motivo acabaram ficando sem tempo para jogar.

Koller refere-se a esses gamers como “os pais da meia noite”, ou seja, pessoas que costumavam jogar muito e acabaram constituindo uma família e, por isso, passaram a ter menos tempo para aproveitar os games. Esses jogadores agora querem recuperar o tempo perdido.

Para esses jogadores, a Sony aposta em bundles específicos com títulos de peso como Gran Turismo, Grand Theft Auto 5, The Last of Us e Batman: Arkham Origins com preços na casa dos US$ 199.

PlayStation Network terá suporte ao PS3 por muito tempo

Koller também garante que a PlayStation Network não vai deixar de oferecer suporte ao PS3 tão cedo:

“Se nós pretendemos manter padrões de longevidade, obviamente, a rede torna-se extremamente relevante e muito viável por longos anos. Então sim, eu acho que é algo que vai ser de longa duração”.

“A rede faz parte de nossa estratégia para o PlayStation 3, parte e parcela com o sucesso que eu acho que teremos nessa plataforma daqui pra frente.”

Essa estratégia da empresa não é somente com a rede, garante Koller. Segundo o executivo, a PlayStation Plus e todas as suas promoções vão continuar chegando ao PS3 por muito tempo, pois garantem aos jogadores tardios e “pais da meia noite” fazer parte de uma imensa comunidade de jogadores. Para atrair esse público, as ofertas PlayStation Plus são extremamente eficientes.

Sendo assim, se você pretende aproveitar o PlayStation 3 e seus ótimos títulos agora que a plataforma atingiu a maturidade, não precisa se preocupar com o suporte da Sony, já que a empresa está garantindo a longevidade do console.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.