Voxel

Vídeo explica a origem dos conceitos artísticos de TES V: Skyrim

Último Vídeo

A Bethesda liberou recentemente um podcast tratando da elaboração dos conceitos artísticos que culminaram em The Elder Scrolls V: Skyrim. No vídeo, Todd Howard conversa com os artistas Ray Lederer e Adam Adamowicz. (Confira o vídeo acima)

De acordo com este, o desafio maior foi trabalhar em uma série de fantasia com tanta história quanto The Elder Scrolls, sobretudo em razão do peso de suas origens em J.R.R. Tolkien. “Eu amo Lord of the Rings”, afirma Adamowikz. “É ótimo. E como nós poderíamos superá-lo? Esse é o tipo de coisa que nos ocorreu”. O designer reforça ainda o desafio de criar algo realmente bom dentro do gênero sem imitar o que já existe.

Para conferir ares de novidade em Skyrim, Adamowicz e Lederer basearam-se em trabalhos de Joseph Campbell, e também em elementos do período clássico do Japão. “Logo no primeiro momento, ficou claro que Skyrim não precisaria apenas de um olhar único sobre a fantasia, mas sobre a série The Elder Scrolls como um todo”, afirmou Lederer, afirmando que a equipe queria algo “além de Oblivion”.

Img_normal

A equipe afirma ainda que “cerca de 90%” do que foi criado inicialmente para o game acabou por ser rejeitado, discutindo ainda sobre a dificuldade de manter no game elementos consagrados da franquia. The Elder Scrolls V: Skyrim deve dar as caras no dia 11 de novembro, com lançamentos previstos para PC, PlayStation 3 e Xbox 360. Fique ligado no TecMundo Games para mais novidades.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.